Gladson Cameli diz que anuncia nomes dos seus secretários no próximo dia 30 – Jornal A Gazeta

Gladson Cameli diz que anuncia nomes dos seus secretários no próximo dia 30

O governador eleito Gladson Cameli (PP) decidiu antecipar o anúncio da sua equipe de governo. Previsto, a princípio, para ocorrer somente na segunda quinzena de dezembro, o progressista confirma que a divulgações dos nomes ocorre no próximo dia 30.

Até o momento, cinco nomes já foram confirmados. O advogado Ribamar Trindade, que coordena a equipe de Gladson que trabalha no processo de transição, será o chefe da Casa Civil; a jornalista Silvânia Pinheiro estará à frente da Secretaria de Comunicação do Estado; o procurador do Ministério Público Estadual, João Marques Pires, será o novo secretário de Segurança Pública; o atual superintendente do Dnit no Acre, Tiago Caetano, assume a secretaria de Obras e Infraestrututra. O coronel Mário César, a priori, também está confirmado para o comando da Polícia Militar.

Quanto à escolha dos demais secretários, mesmo admitindo a importância dos partidos que integram sua base de apoio, Cameli voltou a pontuar que as nomeações são de responsabilidade dele e não aceitará intervenção de terceiros.  Com relação ao critério de escolha, o governador eleito diz que se dará conforme a ficha técnica e que tem buscado nomes com “sensibilidade política”.

Sem Minoru 

Cresce a especulação em torno de quem comandará a Secretaria de Educação do Estado. Segundo Gladson, o nome que comandará a pasta já foi escolhido e será anunciado no próximo dia 30. A princípio, o nome do ex-reitor da Ufac, Minoru Kinpara, chegou a ser cogitado, – o que gerou críticas por parte da oposição -, mas Cameli descartou a possibilidade do educador assumir a Secretaria.

Em declaração a um site local, Minoru disse que viu com naturalidade a afirmação de Gladdson sobre indicar outro nome para comandar a pasta. “Eu não tenho objeção nenhuma e não sou daqueles que torce para o quanto pior melhor. Muito pelo contrário. Estou torcendo para que esse governo dê certo. O povo do Acre merece que esse governo dê certo. Vou torcer e pedir a Deus que o novo governo possa acertar. Dando certo é bom pra todo mundo. Espero que seja feita a vontade de Deus, e vai ser, e sucesso para o novo governo. O novo governo tem o direito de escolher a equipe que ele pretende escolher. Tem pessoas realmente competentes que apoiaram o Gladson”, reforça o professor Minoru.

Relatório técnico 

O governador eleito falou ainda sobre o processo de transição do governo. De acordo com o progressista, no dia 22 de novembro será disponibilizado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) um relatório técnico acerca da real situação econômica e financeira do Estado do Acre.

Cameli frisa que, após o recebimento desse relatório, se dará início aos debates em torno de uma reforma administrativa. “O TCE junto com o Ministério Público de Contas vai me apresentar um documento com toda a realidade que se encontra no Estado, a situação, e vamos convidar toda imprensa, os parlamentares estaduais, federais, prefeitos, para que as pessoas possam verificar a real situação e que a gente possa montar a reforma administrativa e apresentar para a sociedade”, finalizou.

Assuntos desta notícia