Governo diz que Paulo Wadt permanece no cargo e critica vazamento à imprensa – Jornal A Gazeta

Governo diz que Paulo Wadt permanece no cargo e critica vazamento à imprensa

A saída do secretário Paulo Wadt do comando da Secretaria de Produção e Agronegócio (Sepa) segue indefinida. É o que informa a porta-voz do governo, Mirla Miranda. De acordo com ela, não existe “nada concreto absolutamente” sobre o caso e Paulo Wadt continua no comando da mais importante secretaria de governo.

As declarações de Mirla Miranda refletem o pensamento do governador Gladson Cameli (PP) que, no início da manhã de ontem, 13, disse à imprensa desconhecer a respeito do assunto. Gladson Cameli ressaltou que os constantes vazamentos sobre temas importantes da sua administração estão o incomodado. “Quem está vazando isso à imprensa esqueceu de combinar comigo”, retrucou o governador.

Entretanto, mesmo Cameli negando a troca de comando na Sepa, nos bastidores da política, o nome do pecuarista Fernando Zamora é cotado para assumir a vaga no lugar de Wadt. O motivo da saída do secretário seria desgastes com a classe pecuarista do Acre e a ideia de “rondonizar” o Acre, trazendo para o Estado o modelo de agricultura praticado em Rondônia.

Fernando Zamora tem o apoio da Federação da Agricultura e Pecuária do Acre

No que depender do presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Acre (Faeac), Assuero Veronez, o pecuarista Fernando Zamora já é o novo secretário de Produção. Veronez pontua que Zamora atende aos interesses dos agricultores e pecuaristas do Acre.

“Com muita alegria e grande expectativa positiva. Fernando Zamora, além de vice-presidente da Faeac, é um empresário de sucesso no agronegócio, tem visão de futuro e sempre foi comprometido e vitorioso nas missões que assume. Terá o apoio maciço do setor agropecuário do estado”, completa Assuero Veronez.

Assuntos desta notícia