Governo manda memorando informando corte de gratificações de servidores da Saúde – Jornal A Gazeta

Governo manda memorando informando corte de gratificações de servidores da Saúde

O Governo do Estado pretende retirar direitos dos servidores da saúde. Agora, circula um memorando no interior das unidades de saúde, que trata da retirada das gratificações. O sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Acre, Sintesac, repudiou essa medida.
“O atual governo continua implementando todas as medidas imorais e abusivas, contra os trabalhadores em saúde”, reclamou Adailton Cruz, presidente do Sintesac. No governo anterior já houve demissões, exploração, sobrecarga, sucateamento, retirada de direitos e desvalorização dos servidores. Agora, Gladson Cameli decide dar continuidade ao cenário caótico.

Direitos retirados – Os direitos retirados pelo governo do estado são: o auxílio transporte, urgência e emergência, insalubridade e adicional de extensão de horas.  Isso será válido para todos os servidores em saúde que entrarem de licença prévia. “Isso é um golpe que, ainda que seja legal, nunca tinham aplicado, por ser imoral”, pontuou Cruz.

Justiça e paralisação – O Sintesac vai acionar a justiça para reverter essa situação. Uma paralisação geral não está descartada. “Já passamos para o jurídico tomar as medidas legais, vamos levar aos trabalhadores e, sem duvidas, nós vamos, as ruas”, garantiu o sindicalista.

Assuntos desta notícia