Governo reedita decreto no Acre e flexibiliza para o funcionamento de mais empresas – Jornal A Gazeta

Governo reedita decreto no Acre e flexibiliza para o funcionamento de mais empresas

O Governo do Estado reeditou o decreto sobre o funcionamento dos estabelecimentos comerciais neste período da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). As alterações foram publicadas hoje, 26, ampliando a quantidade de empresas acreanas que poderão abrir as portas.

A partir desta mudança, voltam a funcionar no Estado os estabelecimentos médicos, hospitalares e farmacêuticos, clínicas de fisioterapia, veterinárias, psicológicas e odontológicas, além de laboratórios de análises clínicas, funerárias, motéis, óticas, chaveiros, revendedores de veículos, borracharias, lavanderias, motéis, bancos e lotéricas, transporte fluvial em balsas, call center, telecomunicações e manutenção de redes elétricas, telefonia e internet, entre algumas outras.

Empresários e empreendedores comemoraram a medida. Ficar com seus negócios fechados ia representar um baque no balanço mensal. No entanto, pessoas dos chamados grupos de risco e defensores do isolamento social desaprovaram.

A reedição do decreto no Acre ocorre dois dias após o presidente Jair Bolsonaro se pronunciar com críticas às medidas dos Estados e Municípios contra a pandemia e pedir o fim das medidas de isolamento social, consideradas por ele “exageradas”.

Governador Gladson Cameli reeditou decreto ampliando estabelecimentos que podem abrir a portas neste período de pandemia (FOTO ACERVO SECOM ACRE)

Vale destacar que, em nota sobre o discurso de Bolsonaro, o governador Gladson Cameli frisou que respeita a opinião do presidente, mas seguirá mantendo as medidas de preservação da saúde e segurança alinhadas com orientações do Ministério da Saúde. Gladson também afirmou que manteria todas as medidas do governo que visam quebrar a linha de contágio da doença, que o foco é combater o novo coronavírus e que não pretende politizar o assunto.

Assuntos desta notícia