Iapen investiga suposto estupro de presa por agente penitenciário em presídio – Jornal A Gazeta

Iapen investiga suposto estupro de presa por agente penitenciário em presídio

O Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) abriu um processo administrativo para investigar um suposto estupro de uma presidiária por agente penitenciário na unidade prisional feminina do Complexo Francisco D’Oliveira Conde, em Rio Branco. O estupro teria ocorrido na última quarta-feira, 5.

A informação foi confirmada pelo diretor do órgão, Aberson Carvalho. Segundo ele, o agente penitenciário não foi afastado de suas funções, mas foi realocado para não ter mais contato com a presa.

“A presa relatou na unidade feminina que foi vítima de um suposto estupro por um agente. Nós encaminhamos a reeducanda para a delegacia para prestar depoimento e, a partir daí, a polícia iniciou as investigações. Nesse momento ele ainda não foi afastado, até porque não tem nada conclusivo que possa confirmar. No entanto, eles não estão nos mesmos ambientes”, disse o diretor.

Carvalho afirmou que o agente é provisório e que foi contratado este ano para o serviço. De acordo com Aberson, o instituto vai aguardar o resultado dos exames e investigação criminal para tomar qualquer medida.

“Todos os trâmites administrativos e legais, que requerem investigações criminais já foram tomados. O que não vamos fazer é antecipação do juízo, condenando sem os devidos procedimentos para comprovação. A gente mantém aí o princípio da imparcialidade, mas, lógico, que todas as ações foram tomadas”, afirmou Carvalho.

Assuntos desta notícia