Inveja – Jornal A Gazeta

Inveja

Olá tudo bem?

Hoje iremos conversar sobre INVEJA.

Antes, precisamos definir este sentimento tão negativo e destruidor no cérebro de uma pessoa invejosa.

Pois bem, segundo pesquisas feitas: “Inveja é o desejo de possuir um bem que pertence ao outro. É um sentimento de inferioridade e de desgosto diante da felicidade do outro. É um sentimento de cobiça da riqueza, do brilho e da prosperidade alheia. A inveja é o desejo constante que algumas pessoas sentem ao almejar a todo custo as conquistas da vida alheia, é desejar o que o outro possui ou realiza.”

Segundos estudos realizados, o cérebro de uma pessoa que sente inveja, quando ele ver uma pessoa que ele inveja sofrendo, aciona a área de absoluto prazer, como se estivesse se deleitando ou tendo um momento de prazer. E quando ele ver aquela pessoa que ele inveja se dando bem, aciona uma área de raiva, de frustração e as vezes de depressão.

E sem essa de inveja boa ou inveja ruim. Inveja é inveja. O invejoso quer o que o outro tem, e ser quem ele é, e vai ainda mais longe, o sentimento destrutivo do invejoso, quer que o outro deixe de ter, ou deixe de ser quem ele é. Aqui é possível percebermos a perversidade do invejoso em sua essência, querer o que o outro tem, mas inclusive, querer que o outro deixe de ter.

É bom e construtivo admirarmos o que o outro tem, isso é maravilhoso, mas querer que o outro deixe de ter, segundo a cabeça de uma pessoa onde permeia a inveja, isso é cruel, desumano, destruidor. É importante também levarmos em consideração, que para o invejoso, é como se o outro tivesse tirado a oportunidade dele na vida de conquistar, crescer e ser feliz. Nossa! Quanta perversidade!

E você, já foi vítima deste sentimento tão pobre, mesquinho e perverso? Sabe de uma coisa, nem eu e nem você, estaremos protegidos deste sentimento de inferioridade. O invejo nos olha com uma face tensionada, ele não olha com um sorriso espontâneo e natural quando você está feliz. Ele mesmo se denuncia através do comportamento, dos gestos, pela maneira de falar e através do seu sorriso amarelo.

Agora observe, o invejoso hábil é aquele que não demonstra o quanto deseja aquilo que você é, ou têm. Sua mente e desejos os atormentam dia e noite, afinal, precisam maquinar, ele quer de qualquer maneira ser você, ter o que você possui, e como não consegue, procurará meios para te destruir.

Assim ele se aproximará de você, procurará inclusive se tornar o seu melhor amigo ou amiga para descobrir seus planos, objetivos, sonhos e anseios.

Entenda que as suas conquistas têm o poder de adoecer o invejo. Ou seja, suas vitórias são para eles uma verdadeira tortura, afinal: Porque você tem, conquistou e  ele não? Na mente do invejoso, a sua existência prejudica a vida dele.

Caso tenha uma boa colocação no campo profissional, o invejoso se sentirá incomodado, ele quer essa posição a qualquer preço, e custe o que custar, mesmo não possuindo talento, potencial e nem as habilidades necessárias. Não importa! Ele quer ser você!

Tem mais, sabendo de sua estabilidade amorosa, nossa! Que perigo! Isso é morte para o invejoso que lançará gotas de veneno em sua relação, e você, em sua imaturidade ou ingenuidade, nada perceberá, afinal, ele finge ser seu “amigo”. E tem mais, se alguém tentar alertar você desse olho enorme  do invejoso que te cerca, você o defenderá com unhas e dentes, pois seu “amigo” seria incapaz de tamanha crueldade!

Meu amigo, minha amiga, os invejosos são insatisfeitos naturalmente!

Da inveja nasce a traição, o ciúme, a calúnia, a difamação, as fofocas e as intrigas, e isso em todas as áreas de sua vida. Abra bem os olhos!

Ele quer seu sorriso, seu cabelo, seu corpo, sua forma de ser, atrair e encantar.

Diante disso, sabe de quem essas pessoas tem rancor, raiva, ódio?

Daqueles que possuem alguma coisa, ou, várias que eles não têm.

E isso inclui:  beleza física, intelectual e até mesmo espiritual; dinheiro que o outro herdou ou vem conseguindo com muito trabalho, dedicação e disciplina; eles desejam o seu sucesso, a sua competência, o seu carisma e simpatia; os invejosos querem o poder que você alcançou através da sua competente postura como pessoa pública; eles anseiam de forma adoecida e assustadora a sua liberdade, o seu amor, sua família, seus filhos, eles querem usurpar a sua personalidade e toda a sua experiência como pessoa.  Meu amigo, minha amiga, lamento te informar, mas o invejoso quer para ele a sua felicidade, ele quer ser você e para que isso aconteça, ele tentará inclusive destruir você.

Quer um conselho?

Primeiro, o confronte diplomaticamente. Pois é, vá a pessoa e pergunte se está acontecendo alguma coisa? E diga o que tem percebido, deixe ele se explicar. Geralmente eles não conseguem falar nada, afinal, o invejoso é covarde e mentiroso, ele negará, mas você educadamente dará o seu recado. Desengasgue! Mostre que não é tolo.

Segundo, se afaste! E aprenda a ouvir aqueles que verdadeiramente te consideram, respeitam, torcem e amam verdadeiramente você, e que estão enxergando aquilo que o seu olhar não consegue ver e nem sentir. Então acorda! Ser realista e ter os pés no chão faz muito bem.

Mesmo assim, não é fácil fugir de uma pessoa invejosa.

Interessante que, quando eles percebem que você caiu na real, irão procurar meios para te destruir, sabe como? Inventando mentiras a seu respeito, te difamando, perseguindo, criticando, ofendendo, demonstrando rejeição a sua pessoa, através de agressões físicas e verbais, te verá sempre como um rival, como o seu pior inimigo, e lógico, procurará meios para se vingar, afinal, o invejoso quer, deseja e anseia te destruir.

Assustador né? Mas coragem! Não tenha medo! Fique alerta! Afinal, o invejoso não dorme em serviço, pensam em você as 24 horas, são pobres de espírito.

Claudia, o que é isso?

Segundo a ciência, é um transtorno psicológico e de Ansiedade.

E sinceramente, não é você, a vítima, que tem o poder de tratar, até porque para o invejoso, tudo o que ele faz e diz é normal, nesse caso, não precisa de tratamento. E infelizmente, quem busca tratamento é a vítima que caiu na armadilha e precisa se recuperar emocional e psicologicamente, afinal, o estrago que um invejoso faz na vida de uma pessoa é imenso, deixando muitas vezes sequelas irreversíveis, e por outro lado um aprendizado riquíssimo.

E tem mais outra coisa que não podemos deixar de considerar seriamente, a inveja sendo levada ao extremo, é capaz de corromper almas e, levar mulheres e homens a cometer os mais terríveis crimes.

Claudia, hoje você me assustou!!!

E quem disse que esse não foi o meu objetivo? Não é porque você está dentro de uma família, empresa, igreja que estará protegido deste sentimento maléfico.

Eu preciso te alertar contra um mal que pode destruir sonhos e planos, e que pode estar bem pertinho de você, o famoso, “ melhores amigas”.

E quer saber de uma coisa? Permaneça fazendo o seu melhor, voe cada vez mais alto!

Oh inveja maldita!

Mas olha, não se entregue e nem baixe a sua cabeça, siga firme!  Encare os invejosos nos olhos, e se afaste ao máximo. E lembre-se, eles sempre são derrotados. Na hora certa colhem o desprezo, a perda da credibilidade, da confiança, e a terrível e repugnante fama de invejoso, o famoso olho grande.

Um grande abraço!

Fica com Deus.

 

(*) Claudia Correia de Melo Torres é psicoterapeuta de adolescentes, individual e de casal. Escritora. Palestrante. Apresentadora de TV e Rádio. Faz atendimento online e presencial para você e sua família. Skype: claudiacorreiamt (82) 99641-57-87.

Assuntos desta notícia