Inveja – Jornal A Gazeta

Inveja

inveja
Olá tudo bem? Como vai você?
O que acha de conversarmos sobre INVEJA?
E aí, já foi vítima deste tão baixo sentimento? Ou está vivenciando dolorosamente isso atualmente?
Sabe meu amigo, minha amiga, nem eu e nem você,estaremos isentos deste fenômeno psicológico que causa grandes males: primeiro a vítima e depois para os próprios invejosos.
Para os invejosos Claudia?
Sim, afinal, eles querem o que não possuem. Percebe o tamanho da frustração?
O invejoso hábil é aquele que não demonstra o quanto deseja aquilo que você é, ou tem. Sua mente e desejos os atormentam dia e noite, afinal, precisam maquinar, ele quer de qualquer maneira ser você,ter o que você possui, e como não consegue, procurará meios para te destruir.
Daí o invejoso hábil, se aproximará de você, procurará inclusive se tornar o seu melhor amigo ou amiga. Saberá seus planos, sonhos e anseios.
Outra mais, as suas conquistas têm o poder de adoecer o invejoso hábil. Ou seja, suas vitórias são  para ele ou ela uma verdadeira tortura, afinal: Porque você, e não ele (a) pode ou tem?
Caso tenha uma boa colocação no campo profissional, o invejoso se sentirá incomodado, ele(a) quer essa posição para ele(a) a qualquer preço, e custe o que custar, mesmo não possuindo talento, potencial e nem as habilidades necessárias. Não importa! Ele quer ser você!
Tem mais, sabendo de sua estabilidade amorosa, nossa! Que perigo!
Isso é morte para o invejoso que lançará gotas de veneno em sua relação e você nada perceberá, afinal, ele(a) é seu “amigo(a)”. E tem mais, se alguém tentar alertar você desse olho enorme e amedrontador do invejoso que te cerca, você o defenderá com unhas e dentes! Afinal, seu “amigo (a)” seria incapaz de tamanha crueldade!
Meu amigo, minha amiga, os invejosos são insatisfeitos naturalmente!
Ele(a) quer seu cabelo, seu corpo, sua forma de ser e atrair.
E sabe de quem essas pessoas tem rancor?
Daqueles que possuem alguma coisa, ou, várias que eles não têm.
E isso inclui: beleza física, intelectual e até mesmo espiritual; dinheiro que o outro herdou ou vem conseguindo com muito trabalho, dedicação e disciplina; eles desejam o seu sucesso, aquilo que foi conquistado pelo  resultado do seu trabalho, dos seus esforços, dedicação, desempenho, competência, carisma e simpatia; os invejosos querem o poder que você alcançou através da sua competente postura como pessoa e profissional; eles anseiam de forma adoecida e assustadora a sua liberdade, o seu amor, eles querem usurpar a sua personalidade, e toda a sua experiência como pessoa, e mais uma vez, como profissional; meu amigo, minha amiga, lamento te informar, mas o invejoso, quer para ele a sua felicidade.
Quer um conselho?
Se afasta! E aprende a ouvir aqueles que verdadeiramente te amam e estão enxergando aquilo que o teu olhar não consegue ver e nem sentir.
Mesmo assim, não é fácil fugir deles.
Porque quando eles percebem que você caiu ‘na real’, irão procurar meios para te destruir, sabe como? Inventando mentiras a seu respeito, te difamando, perseguindo, criticando, ofendendo, demonstrando rejeição a sua pessoa, através de agressões físicas e verbais, te verá sempre como um rival, e lógico, procurará meios para se vingar, afinal, o invejoso quer, deseja e anseia te destruir.
Assustador né?
Não tenha medo! Mas fique alerta! Afinal, o invejoso não dorme em serviço.
Na verdade, eles nem dormem, pois só pensam em você às 24 horas do dia.
Claudia, o que é isso?
Segundo a ciência, é um transtorno psicológico e de ansiedade.
E sinceramente, não é você, a vítima, que tem o poder de tratar, até porque para o agressor, tudo que ele faz e diz é normal, nesse caso, não precisa de tratamento. E infelizmente, quem busca tratamento é a vítima que caiu na teia da aranha e precisa se recuperar emocional e psicologicamente, afinal, o estrago que um invejoso faz na vida de uma pessoa é imenso, deixando muitas vezes sequelas irreversíveis.
E tem mais outra coisa que não podemos deixar de considerar se-riamente, a inveja sendo levada ao extremo, é capaz de corromper almas e, levar mulheres e homens a cometer os mais terríveis crimes.
Claudia, hoje você me assustou!!!
E quem disse que esse não foi o meu objetivo? Não é porque você está dentro de uma igreja que está protegido ou afastado deste sentimento maléfico.
Eu preciso te alertar contra um mal que pode destruir sonhos e planos, e que pode estar bem pertinho de você, sim, em nosso meio cristão.
Inveja de suas ministrações, de sua forma positiva de liderar, do seu envolvimento com os irmãos ou fiéis da congregação, do seu zelo pela obra, da maneira que você vive e conduz sua vida e família…, e etc.
É preciso estarmos atentos a estes comportamentos destrutivos.
É importante que nos observemos, nos analisemos, inclusive admitindo onde estamos permitindo ou dando brecha para que esse sentimento que provém do maligno, esteja minando não apenas a nossa paz, mas a paz de toda uma igreja, trazendo resultados desastrosos.
E sinceramente meu irmão, se depois de uma boa conversa tudo continuar do mesmo jeito: Fica bem longe!
E permaneça fazendo o seu melhor, voe cada vez mais alto!
Busque a Deus, peça sua proteção divina e Ele não apenas te socorrerá, como também,  entrará com providências.
E por favor, acorda, admita as coisas, perceba e fuja daquele (a) cuja intenção é uma só: QUERER SER VOCÊ E TER O QUE VOCÊ TEM.
Oh inveja maldita!
Lute contra a inveja e contra os invejosos, você é capaz!
Não se entregue e nem baixe a sua cabeça.
Seja forte, e encare nos olhos daqueles que já estão derrotados.

Um grande abraço!

Fique com Deus!

Claudia Correia é Psicóloga
claudiacorreiamt@hotmail.com
Facebook: Claudia Correia de Melo
Site: claudiacorreia.com.br

Assuntos desta notícia