Jesus Sérgio sugere implantação de “softwares” para ajudar no combate a dengue e outras endemias – Jornal A Gazeta

Jesus Sérgio sugere implantação de “softwares” para ajudar no combate a dengue e outras endemias

Preocupado com o crescimento dos casos de Dengue, Chikungunya, Zika no Acre, o deputado federal Jesus Sérgio (PDT/AC) solicitou audiência com o Ministro da Saúde (MS), Luiz Henrique Mandetta, para tratar sobre as ações emergenciais de combate, em especial nas cidades de Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Tarauacá, que têm apresentado maiores índices de infestação do mosquito. A situação tem se agravado devido o período de enchentes que favorece também outras doenças.

O parlamentar aproveitou a presença do governador do Acre, Gladson Cameli, em Brasília, e o convidou juntamente com sua comitiva composta por prefeitos, deputados estaduais e gestores, e ainda os parlamentares federais que compõem a Bancada Federal, para participarem da agenda, devido à relevância da pauta. A reunião foi realizada na tarde de quarta-feira, 13, na sede do Ministério da Saúde, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília (DF).

Jesus Sérgio aproveitou a oportunidade e entregou ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a Indicação Nº 60/2019, na qual sugere a criação do Sistema Nacional de Coleta de Dados para o armazenamento e organização dos dados registrados pelos Agentes Comunitários de Saúde e pelos Agentes de Combate às Endemias por meio de “tablets” e/ou “smartfones” carregados com os “softwares”. Os dados informados deverão ser transmitidos online em tempo real para um banco de dados do Ministério da Saúde (MS).

Em sua fala, o deputado explica que a proposta é dá agilidade e controle dos índices de infestação, uma vez que será possível monitorar os pontos críticos e garantir, por meio da ferramenta, o desenvolvimento de ações direcionadas e eficazes nos bairros e cidades em potencial risco.

“Solicitei essa reunião com o ministro, após ouvir várias reclamações de Agentes de Endemias no Acre. Acontece que, muitas vezes, eles identificam os pontos críticos e os novos focos do mosquito, porém quase nada ou nada é feito para evitar a infestação do mosquito, o que acaba resultando nas epidemias de Dengue. Essa ferramenta irá ajudar no trabalho dos agentes e irá resultar em ações eficazes nos diferentes bairros e pode ganhar todo o país, pois, se o MS acatar a proposta que, inclusive apresento por meio de Lei, irá beneficiar todo o Brasil”, destaca Jesus Sérgio.

Assuntos desta notícia