Jornalista Vinicius Dônola promove contação de história sobre o Acre em Escola municipal – Jornal A Gazeta

Jornalista Vinicius Dônola promove contação de história sobre o Acre em Escola municipal

O jornalista e escritor Vinícius Dônola promoveu nesta quarta-feira, 5, uma contação de histórias a duas turmas do 3º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Francisco Bacurau, na Vila Betel.   A contação foi baseada no livro ‘Histórias do Pequeno CO2’, lançado em Rio Branco no final de 2013 e com previsão de relançamento em 2019.

Vinicius Dônola conta que a inspiração para escrever Histórias do Pequeno CO2 surgiu após uma viagem de trabalho a Xapuri. Pelo caminho, o jornalista ia observando o grande número de castanheiras morrendo nas pastagens, o que gerou intensa comoção e vontade de escrever sobre o tema. Descobriu, nessa viagem, que é a abelha mangangá a responsável por garantir as gerações seguintes de castanhais. Essa abelha – contou Dônola- às crianças, sofre com a derrubada das árvores que vivem no entorno das castanheiras, usadas por ela chegar ao topo e promover a polinização.  “A mangangá precisa de outras árvores para chegar até a copa da castanheira”, contou o jornalista.

O “CO2” é um menino molécula que vive na casca de uma castanheira, tem muito medo de ser transformado em fumaça e ser mandado para uma prisão que envolve o planeta Terra. A contação da história do Pequeno CO2 teve intensa participação dos pequenos estudantes, que fizeram perguntas e intervenções que deixaram Vinicius Dônola impressionado. O jovem Rafael, por exemplo, quis saber se a mangangá come as castanhas no chão. Vinicius explicou que elas precisam voar até a copa se alimentar e polinizar as flores da castanheira.

O secretário Márcio Batista avaliou o evento como essencial para fortalecer o ludismo através da literatura. “Alimenta o interesse pela leitura a partir da presença do escritor e jornalista”, observou o secretário.

Vinicius Dônola se diz “apaixonado” pelo Acre e que segue se inspirando no universo cultural do Estado para compor suas obras. Ele estará na abertura do Prêmio Jorge Said de Comunicação, que acontece nesta sexta-feira, 7, às 20h no buffet Afa Jardim.

Participaram do evento o secretário de Educação de Rio Branco, Marcio Batista, gestores da Secretaria Municipal de Educação (Seme) e a diretora da Escola Francisco Bacurau, Rosângela Fonseca. (Assessoria PMRB)

Assuntos desta notícia