Líderes comunitários são homenageados na Aleac em sessão solene – Jornal A Gazeta

Líderes comunitários são homenageados na Aleac em sessão solene

FOTO/ AGÊNCIA ALEAC

A pedido da deputada estadual Juliana Rodrigues (PRB), a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) homenageou na manhã desta quinta-feira, 22, em sessão solene, os líderes comunitários do Estado. Segundo a autora do requerimento, a homenagem é justa tendo em vista o trabalho desenvolvido pelas lideranças comunitárias.

“Tudo isso é muito pouco diante do que vocês fazem, do trabalho que realizam. O líder comunitário é na verdade a intermediação entre o povo e o poder público. Um profissional que abre mão de seus próprios interesses, planos e afazeres para garantir a melhoria dos que residem nas comunidades”, frisou a parlamentar.

O deputado Chagas Romão (MDB), por sua vez, lembrou que iniciou na vida política por meio dos movimentos comunitários. “Trabalhei muito nos bairros, aprendendo bastante sobre liderança e medidas em prol da comunidade. Me sinto feliz, pois sei da luta e do trabalho de cada um desses líderes, que doam boa parte dos seus dias pelo bem da população”.

A oposicionista Eliane Sinhasique fez um resgate histórico ao relembrar que o emedebista Espedito Monteiro do Nascimento foi o fundador da primeira Associação de Moradores do Acre.

“Na década de 70, ele foi a São Paulo e se deparou com moradores do bairro do Bexiga fazendo um grande movimento de reivindicação dos seus direitos. Ele, muito curioso, participou daquela reunião e tomou gosto pelo movimento comunitário. Ao voltar para o Acre, fundou a primeira Associação de Moradores, que foi a do bairro Abraão Alab”, disse.

A presidente da Federação das Associação de Moradores do Acre, Teresinha Santana, também presente na sessão, agradeceu ao Poder Legislativo pela homenagem.

“Hoje é motivo de muito orgulho estarmos aqui nesta sessão. Agradeço por esse reconhecimento e reafirmo que nós, líderes comunitários, ficamos felizes em saber que este Parlamento reconhece a honrosa missão e o trabalho realizado por cada um de nós. É um serviço voluntário, que visa atender as demandas da comunidade para tentar amenizar as dificuldades”, salientou.

Por fim, o presidente da União Municipal das Associações de Moradores de Rio Branco, Oséias de Souza, ressaltou a importância de o Legislativo trabalhar em parceria com os líderes comunitários.

“Este momento é importante, onde o Poder Legislativo reconhece em público a importância de cada líder comunitário na construção da nossa cidade. Isso nos encoraja para continuarmos na luta, que muitas vezes é incompreendida, mas que enfrentamos para defender os interesses da comunidade. O movimento comunitário trabalha em parceria com os poderes constituídos. No entanto, queremos reafirmar que esse movimento sempre precisará se posicionar, não pode ter partido, mas tem lado e esse lado é o das pessoas que mais precisam”, disse.

Assuntos desta notícia