Morre o professor Dote, um dos fundadores do PV no Acre – Jornal A Gazeta

Morre o professor Dote, um dos fundadores do PV no Acre

O professor José Jocilem Crisóstomo Gomes, popularmente conhecido como ‘Dote’, morreu na noite de terça-feira, 11, vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). A confirmação foi dada pela direção do Hospital de Urgência de Rio Branco.

Dote era personagem conhecido na política acreana. Também ficou marcado pelo ativismo relacionado a causas ambientais. Ele, inclusive, foi um dos fundadores do Partido Verde no Acre, e tem sua memória perante a sociedade acreana ligada ao enaltecimento da importância da preservação do meio ambiente.

Familiares, amigos e alunos lamentaram a morte repentina do mestre e amigo ‘Dote’. A presidente regional do PV, Shirley Torres, em nota de pesar, prestou condolências família do falecido, em nome do partido.

“Eu fiquei muito sentido em saber que ele estava doente e depois com a notícia da sua morte. O que nos resta nessas horas é a reflexão sobre a vida e nos juntarmos, amigos, familiares, companheiros de luta política e de sonhos”, frisou o senador Jorge Viana, também em nota.

O corpo do ativista político foi velado durante toda a quarta-feira, 12, na capela São Francisco, na Rua Isaura Parente, bairro Bosque. O sepultamento deve ser realizado na manhã de hoje, 13.

“Dote” foi um dos fundadores do Partido Verde no Acre e figura muito querida e admirada por todas as pessoas que o conheceram. Pessoa extrovertida e de muitos amigos, ele sempre teve o respeito de políticos tanto da esquerda, como da direita.

A perda do ativista político pegou a todos de surpresa e muitas pessoas lamentavam hoje sua morte prematura. A presidente regional do Partido Verde no estado, Shirley Torres, que conviveu com “Dote” desde a fundação do partido no Acre, emitiu uma nota de pesar em nome da sigla e enviou condolências família do falecido.

Familiares, alunos e amigos de “Dote” também lamentaram sua morte e lembraram de sua luta por mudanças sociais e de conscientização da necessidade de preservação do meio Ambiente.

O corpo do ativista político e ambiental está sendo velado na capela São Francisco, próximo da Casa Maria Farinha, no bairro Bosque e o sepultamento acontecerá amanhã.

Assuntos desta notícia