Não dá mais – Jornal A Gazeta

Não dá mais

Não é o que se esperava de um governo que se elegeu com uma razoável margem de votos, mas o que se verifica é que nesses primeiros cinco meses não há um dia sequer que não se registram manifestações de servidores públicos e outras categorias, protestando contra atos e medidas de diferentes setores da administração estadual.

Até então, gestores, políticos estavam se valendo da surrada desculpa de atribuir os problemas a administrações anteriores. Contudo, a sociedade já se deu conta que a responsabilidade maior é da atual administração que tem se mostrado ineficiente em prestar os mais elementares serviços públicos em setores como os da Saúde, da Segurança Pública, Educação e outros e o descontentamento e decepção já são comentados em qualquer roda de conversa. Perguntem aos empresários que o apoiaram em sua maioria.

Aliás, referindo-se à Saúde, o próprio governador deu um prazo até agosto para os gestores melhorarem o atendimento à população e disse mais – que não dá mais para culpar o Governo anterior pelos péssimos serviços prestados até então. O que, na verdade, deve valer para todos os setores administração que já tiveram tempo mais do que suficiente para detectar os problemas e resolvê-los.

Como já se assinalou, o que se tem observado é que a atual administração está paralisada, travada por uma trinca de burocratas que, segundo consta, obedeceriam orientações de pessoas de fora do Governo e de até de outro estado. Com efeito, isso não funciona e, a rigor, seria até ilegal.

Assuntos desta notícia