No 1º dia de greve dos Correios, gerente avança com carro em servidores – Jornal A Gazeta

No 1º dia de greve dos Correios, gerente avança com carro em servidores

O primeiro dia de greve dos funcionários dos Correios foi marcado por um “incidente”. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que um carro da empresa avança em cima das faixas dos grevistas, que estavam concentrados na frente do galpão dos Correios na Rua Floriano Peixoto, Centro.

Segundo a presidente do Sindicato dos Correios e Telégrafos do Acre (Sintec/AC), Suzy Cristiny, o veículo estava sendo conduzido pelo gerente da unidade. Ninguém ficou ferido.

“Infelizmente, hoje pela manhã, estávamos de forma pacífica, tentando conversar com os trabalhadores. Nós não fechamos as portas, mas, infelizmente, o gerente estava tirando os carros e acabou passando por cima das nossas faixas. Inclusive, esbarrou em um colega nosso que estava na greve.”

Os funcionários dos Correios deflagraram greve por tempo indeterminado na noite de terça-feira, 10. A paralisação acompanha o movimento grevista nacional contra a privatização dos Correios e por reajuste salarial da categoria.

“Os motivos da greve são relacionados à falta de negociação porque a empresa fechou todas as negociações e até rejeitaram a mediação do Tribunal Superior do Trabalho. E nós estamos sem nenhuma garantia dos nossos benefícios. Diante dessa situação, só tivemos essa opção, que é a greve”, justifica.

Sob ameaça de terem os pontos cortados, a sindicalista afirma que a categoria permanecerá de braços cruzados.

“Sabemos que é complicado uma greve, principalmente para nós grevistas. Não temos nenhuma garantia do pagamento desses dias de greve, a empresa já ameaça cortar o ponto. Isso é corriqueiro. Mas entendemos que quando uma greve é forte, tem adesão de 100%, o governo se mobiliza para tentar chegar a uma negociação.”

Com relação à privatização dos Correios, Cristiny é direta: “A privatização vai trazer prejuízos para os trabalhadores, mas, principalmente, para a população. No Acre, os Correios atua de forma social, só Rio Branco dá lucro. Com a venda dos Correios, os municípios ficarão prejudicados”.

Nesta quinta-feira, 12, os grevistas estarão concentrados na unidade dos carteiros, localizada na Avenida Ceará.

 

Assuntos desta notícia