O que esperar – Jornal A Gazeta

O que esperar

O que se pode esperar desse encontro realizado ontem em Manaus do qual participaram os govenadores da Amazônia Ocidental com o ministro da Casa Civil da presidência da República, Onix Lorenzoni, do Meio Ambiente, Ricardo Sales e do general da Defesa?

A julgar pelo que pensam e têm declarado nos últimos meses esses ministros sobre a questão ambiental, com a Amazônia em chamas, pouco ou nada a esperar. Sobretudo do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales, adepto incorrigível das mesmas ideias do destrambelhado presidente da República que conseguiu a reprovação e o repúdio de líderes dos maiores países civilizados que vinham colaborando com expressivos recursos financeiros para a preservação e projetos de desenvolvimento sustentável.

A questão é saber que posição irão tomar os governadores da região, entre eles, os do Acre, Rondônia e Amazonas(?). Com a devastação descontrolada pelos focos de incêndio destruindo milhares de quilômetros, alguns governadores que, no início, chegaram a incentivar esse inferno, diante da pressão popular, aparentemente, reviram suas posições e atualmente teriam se convencido que é possível conciliar o desenvolvimento econômico com a preservação ambiental. Como foi o caso do governador do Acre, Gladson Cameli.

A conferir, portanto, o que sairá desse encontro e sobretudo as medidas a serem tomadas para estancar essa destruição de uma das maiores e mais ricas biodiversidades do planeta.

 

 

Assuntos desta notícia