Pacientes com hepatite continuam sem medicamento há mais de 4 meses – Jornal A Gazeta

Pacientes com hepatite continuam sem medicamento há mais de 4 meses

O governador Gladson Cameli prometeu mês passado, em seu programa de rádio ‘Fale com o Governador” que em aproximadamente 10 dias o problema da falta de medicamento aos pacientes de hepatite B na rede pública de saúde seria resolvido. No entanto, já se passaram mais de 40 dias desde a declaração do governador e ainda não há previsão para chegada do entecavir aos pacientes que sofrem e não podem ficar sem o tratamento adequado.

Os pacientes alegam que já faz mais de quatro meses que não recebem o medicamento. Cameli disse que o Ministério da Saúde é o responsável pela entrega dos medicamentos e que estaria enfrentando problemas no fornecimento do remédio.

Quase dois meses depois, o Centro de Referência para Medicamentos Especializados diz que ainda aguarda uma resolução do ministério da saúde para saber, exatamente, quando o medicamento voltará a ficar disponível. Essa situação preocupa bastante quem precisa da medicação, pois sem ela o vírus VHB rapidamente pode se multiplicar e infectar novas células do fígado.

Assuntos desta notícia