PF desarticula organização criminosa de tráfico de drogas que atuava no Acre – Jornal A Gazeta

PF desarticula organização criminosa de tráfico de drogas que atuava no Acre

A Polícia Federal deflagrou, na quarta-feira, 13, a Operação Alvorecer, que desarticulou uma organização criminosa responsável pelo tráfico de drogas e lavagem de dinheiros em vários estados do país.

No Acre, dez pessoas foram presas, sendo que a maioria das prisões foi feitas em Rio Branco. Um dos líderes da organização foi preso no Acre e outros dois no Rio Grande do Norte.

Segundo o delegado Fares Feghali, o núcleo da organização estava instalado no Acre. A rota de tráfico internacional começava na Bolívia e/ou Peru, passava pelo Acre e seguia para outros estados brasileiros.

Os líderes de facções criminosas presos serão transferidos para presídios de segurança máxima fora do estado, de acordo com o delegado. Os integrantes da organização criminosa levavam uma vida luxuosa, com viagens e ostentação.

A movimentação bancária da rede passava por vários laranjas que, segundo a polícia, sabiam que atuavam para o tráfico de drogas. Foram dois anos de investigação, tempo que a organização movimentou mais de R$ 200 milhões, entre depósitos e retiradas.

Ao todo, a PF cumpriu 13 mandados de prisão preventiva, 19 de busca e apreensão e 49 sequestros e bloqueios de bens. A operação ocorreu em presídios no Rio Grande do Norte, no Acre, Alagoas e em Natal.

De acordo com Feghali, a polícia apreendeu cerca de 700 quilos de cocaína, 53 veículos de luxo, além de bloquear mais de R$ 20 milhões em contas bancárias.

“A Polícia Federal vem seguindo a nova diretriz de perseguir o dinheiro, porque é importante asfixiar economicamente as estruturas criminosas. Todos os bens da organização foram apreendidos, automóveis de alto valor e as contas foram bloqueadas”, conclui.

Assuntos desta notícia