Política Local – 02/08/2019 – Jornal A Gazeta

Política Local – 02/08/2019

Crise

A contratação do serviço de táxi aéreo para atender o Gabinete do Governador selou uma crise institucional. Pressionado por deputados de oposição e até aliados, tanto no Acre, quanto em Brasília, o governador Gladson Cameli reagiu. Disse que os deputados se julgam econômicos, mas não abrem mão da verba de gabinete e outras benesses.

Grana extra

Diz o ditado que na dor, todo ser geme. Com o governador Gladson não haveria de ser diferente. Em coletiva na última quinta, ele soltou uma informação de bastidores, não revelada antes. Segundo ele, os parlamentares estaduais pediram R$ 700 mil mensais de crédito suplementar, um dinheiro a mais sobre o Orçamento.

Explica Nicolau

Ao dizer o feito, o governador jogou no colo do cunhado, deputado Nicolau Júnior, presidente da Aleac, a responsabilidade de dar à sociedade explicações a respeito de mais essa verba. Para que seriam esses R$ 700 mil mensais? Fica a pergunta.

Despesas

Até julho, o governador já gastou em diárias o equivalente a quase R$ 60 mil mensais. Isso só em recursos pagos a ele, não incluindo a equipe que o acompanha. Claro, que as diárias são necessárias. Não há o que questionar. O que se pode questionar é o valor delas. São baseadas em qual custo médio?

Abriu a boca

A deputada Maria Antônia (PROS), que parecia ter se encantado pelo sorriso de Cameli, na última quarta, 31, revelou que sua ida para o grupo de Cameli não é nada confirmado, ou fiel. A parlamentar fez duras críticas ao governo por conta da contratação do jatinho. “As pessoas estão morrendo à míngua na saúde, inúmeras delas aguardam na fila de cirurgia, e o governador resolve gastar dinheiro com jatinho?”.

“Almoça mais não janta”

A deputada Antonia Sales (MDB) disse que no Vale do Juruá ainda há muita pobreza e tem gente que “almoça, mas não janta”. Ela pediu a união de todos os parlamentares para que orientem o governador Gladson Cameli na tomada de decisão.

Apertando o cinto

O prefeito de Assis Brasil, Antônio Barbosa (PSDB), o Zum, resolveu apertar o cinto. Cancelou o pagamento de todas as diárias a servidores e demais membros da administração pública. Só não cortou o direito dele, do vice  e dos motoristas que transportam doentes para Rio Branco receberem.

Categórica

Categórica a avaliação da colega jornalista Angélica Paiva sobre a situação no PSB. A saída, hoje, para Socorro Neri garantir sua reeleição é buscar levar seu Partido para a base de apoio ao governador Gladson Cameli. Com isso, ela ganharia força para resolver os problemas de Rio Branco.

Não tem interesse

Apesar, que se depender do vice-governador, major Rocha (PSDB), outro nome é a bola da vez, o ex-reitor Minoru Kinpara. Os tucanos não querem errar na escolha. A busca por um nome que agregue conhecimento de gestão pública e tenha a preferência do eleitor é o objetivo da sigla.

Frio polar

De acordo com o meteorologista, Davi Friale, vem mais um frio polar, a popular friagem, como se diz no bom acreanês. Segundo ele, a massa de ar frio chega amanhã. Ele sabe das coisas, anos de estudo e pesquisa nessa área.

Estranha

A tentativa do vereador João Marcos Luz (MDB) taxar o debate sobre o jatinho como “politiqueiro” é em vão e estranha. Isso porque o posicionamento contrário partiu do líder do MDB na Aleac, o deputado Roberto Duarte. Estaria Duarte se capitalizando em cima do tema, vereador?

Andando

Dizem que lá para as bandas do Juruá, o ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, já iniciou suas andanças, esperançoso por uma nova eleição em Cruzeiro do Sul. Com a ratificação da sentença que condena a perda do mandato de Ilderlei Cordeiro (Progressistas), o Município está próximo de uma nova eleição antes de 2020. Basta para isso que Ilderlei sofra uma nova condenação no pleno do TRE-AC.

Embargos

Hoje, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AC) analisa os embargos declaratórios dos deputados Juliana Rodrigues e Manuel Marcos, ambos do PRB. Eles respondem por abuso do poder econômico nas eleições de 2018. A sessão está prevista para ter início às 7h30 da manhã.

Assuntos desta notícia