Política Local – 11/10/2019 – Jornal A Gazeta

Política Local – 11/10/2019

Novos quadros

O Partido Progressista (PP) recebeu hoje a filiação de prefeitos de vários municípios do Acre. Entre eles, os prefeitos de Bujari, Romualdo Araújo, que deixa o PCdoB; e Tião Flores, de Epitaciolândia. Ele troca o PSB pelo PP de Gladson Cameli.

De olho na reeleição

Os prefeitos estão de olho na reeleição no próximo ano. Sabem que estar ao lado do governador é importante, principalmente em tempos de crise, de poucos recursos para os municípios. O apoio de Gladson é fundamental e pode ser decisivo na reeleição destes.

 Comitiva

Uma comitiva de deputados de Rondônia, que integram a CPI da Energisa na Assembleia Legislativa daquele Estado, chega ao Acre. Eles vão acompanhar o trabalho desenvolvido pela CPI da Energisa no Acre. O debate promete ser amplo e o objetivo é unir forças e chamar a atenção de Brasília.

Revisão

Uma revisão nos impostos que incidem no preço final da tarifa de energia deveria ser feita. São tantos impostos que o consumidor não sabe nem para onde vão os recursos arrecadados. Enxugar a conta de energia é uma saída. O consumidor já paga caro no preço do kWh.

Tenso

O debate na quarta-feira foi tenso na Aleac. Debate de gigantes. Ancorados no Regimento Interno e na Constituição Estadual, independentes e oposicionistas disseram não ao projeto de lei que visava alterar a LDO. Deputado Jenilson Leite engavetou a matéria.

Sai da gaveta

No que depender do líder do governo, deputado Gehlen Diniz (PP), a matéria vai sair da gaveta. Segundo ele, há um entendimento jurídico sobre isso. Não apresentou durante a sessão. Os argumentos não convenceram. E, ao que parece, o presidente Nicolau Júnior (PP) não pretende desfazer o ato de Jenilson.

Aperto

O que se percebe é que o governo teme um desajuste nas contas públicas. Teme ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal. Para isso, tenta a todo custo novas reformas para baixar os percentuais. O gasto com pessoal já supera os 60% da Receita Corrente Líquida (RCL). Ou seja, está limitado em muitas ações como, por exemplo, conceder reajuste dos servidores.

Qual planeta?

O governador Gladson Cameli disse ao jornalista Luciano Tavares que “A nossa relação com o Poder Legislativo hoje é a melhor possível”. Qual planeta vive o governador? Claro que há respeito mútuo. Mas a relação com o Legislativo está tensionada desde a questão dos créditos suplementares até a troca de líderes recentemente.

Interesses

O deputado Nicolau Júnior (PP) já deixou claro para Gladson Cameli que os interesses da Aleac estão acima dos interesses do governo. Acompanhei a entrevista na quarta, de Nicolau. Pareceu centrado, equilibrado, ciente do seu dever como presidente de um Poder. Sabe que pode ser responsabilizado por um ato falho e pelo povo na urna.

 

 

Assuntos desta notícia