Política Local – 15/08/2019 – Jornal A Gazeta

Política Local – 15/08/2019

Seguro no que diz

O ex-governador Tião Viana (PT) é seguro no que diz. Afirma que seus adversários políticos tentam manchar seu nome, tentando associá-lo a recebimento ilícito de recursos de campanha. Nesse caso, o próprio Fachin mandou arquivar processos de Tião e do irmão Jorge Viana, por não ver nenhuma ligação deles com irregularidades. E olha que Fachin fez isso recomendado por quem acusa: a Procuradoria-Geral da República (PGR).

Saúde

Os deputados estaduais voltaram a debater sobre Saúde Pública ontem, 14. Falaram das condições do novo Pronto Socorro de Rio Branco. Os problemas ali são antigos. O deputado Jenilson Leite conhece bem as dependências do Pronto Socorro e fala com propriedade.

Convenceu

A fala do líder do governo, deputado Luís Tchê (PDT), foi centrada, equilibrada. Tchê tem buscado não ir para o enfretamento, mas também não fica na retaguarda. Às vezes reconhecer erros e defeitos é melhor que contestá-los. Ameniza, suaviza o debate. Disse que a superlotação se dá devido às obras no prédio antigo.

Não convenceu

Se Tchê justificou com as obras, Bestene foi mais afoito. Disse que em toda Urgência e Emergência sempre vai ter grande fluxo. Ou seja, o entra e sai é constante. Em uma segunda-feira pode atender 10 pacientes e em uma terça atender 30 pacientes. Só não convenceu dizer que isso é normal. Não é normal. Embora, compreenda-se o que ele quis dizer.

Segurança

Esse debate sobre o deputado Roberto Duarte (MDB) ter militares a sua disposição é tão sem sentido como procurar chifre em cabeça de cavalo. É natural que se busque, sim, segurança para ele e sua família, afinal, está no exercício do mandato. Se sofreu ameaças de criminosos, natural que se faça. Ou é melhor esperar o pior? Quem vai pagar a conta?

Tarifa

A CPI da Energisa poderia analisar, também, a alíquota cobrada sobre a iluminação pública. O preço pago é exorbitante. Recentemente, Rio Branco fez um empréstimo para trocar as lâmpadas dos espaços públicos, só a título de exemplo. Será que o arrecadado é insuficiente para os municípios?

Lamentável

Lamentável o caso desse acidente na BR-364. Divulgado pela imprensa acreana que o motorista já havia sido notificado pelo Detran-AC diversas vezes, e chegou, inclusive, a ter a CNH suspensa por embriaguez ao volante. Voltou a dirigir. O ônibus também estava com a documentação atrasada. Uma série de sucessões de erros.

Da Câmara

O vereador Eduardo Farias questionou quais os motivos que levaram o Governo do Estado a adotar que estudantes passem a identificar nos uniformes o tipo sanguíneo e o Fator RH. Para ele, a medida terá utilidade mínima.

Banco de dados?

Um banco de dados. Talvez essa seja a explicação para a medida aprovada na Aleac e sancionada pelo governador Gladson Cameli (Progressistas). O certo é: um deputado apresentou, tramitou nas comissões, foi ao plenário, não teve questionamentos e chegou à sanção.

Acontece

Acontece muito quando um deputado apresenta uma proposta, os colegas preferem não se indispor com o parlamentar e assim a banda toca. Uns são mais criteriosos. Acreditam que não se deve sair por aí criando leis de toda sorte.

Questionou

O vereador João Marcos Luz (MDB) questionou o agendamento de consultas, na atenção básica de saúde, apenas às segundas-feiras. Para ele, a medida causa transtornos aos pacientes, isso porque nunca se sabe quando vai adoecer. Ele pediu que o atendimento volte a ser diário.

Preocupa

Lendo o relatório do presidente da Comissão de Saúde do Acre, Jenilson Leite, preocupa a situação dos pacientes com câncer em fase terminal de suas vidas. Jenilson disse que nessa fase se concentra no bem-estar do paciente e não mais a busca pela cura. A falta de anestesistas no Hospital das Clínicas impõe a estes uma morte dolorosa. Esperamos uma ação rápida do Ministério Público quanto a isso.

Nos jornais do futuro

O vidente Valter Arauto previu que o senador Sergio Petecão será o novo prefeito de Rio Branco. Disse que está escrito nos jornais do futuro. Petecão segue de bem com os astros. Para o vidente, o senador acreano será tratado como celebridade. Não duvide, pois Petecão obteve mais votos que o governador, Gladson Cameli, em 2018.

Assuntos desta notícia