Política Local – 22/08/2019 – Jornal A Gazeta

Política Local – 22/08/2019

Negativa

Repercutiu de forma negativa para o governo a exoneração do dentista Lúcio Brasil, da direção do Hospital das Clínicas, a Fundhacre. A comoção foi tanta que servidores fizeram discursos emocionados na saída dele ontem, do HC.

Queda de braço

Ao que parece, a saída de Lúcio Brasil foi uma queda de braço travada entre Mônica Machado e o deputado José Bestene, que respingou na indicação de Bestene. O fato que, quem perde com isso é a população. Diz o ditado que em time que se ganha, não se mexe.

Grave

Denúncia grave de que pacientes da Fundação estão sendo transferidos para o Pronto Socorro para a realização de cirurgias. Fotos com pacientes nos corredores do novo Pronto Socorro foram enviadas a este colunista. Se confirmada, a denúncia é grave. Quem está acamado tem pressa, não pode esperar.

Vai longe

Essa briga entre o deputado José Bestene e Mônica Machado, medindo forças, vai longe e o principal arranhado pode ser o governador Gladson Cameli (PP). Bestene já não parece ser tão governista como antes. Já se fala até mesmo em ser candidato a prefeito.

2020

A fala de Bestene pode ser interpretada de outra maneira, não se enganem. Em 2020 é o último ano do deputado Nicolau Júnior (PP) na presidência da Aleac. Bestene, que já presidiu a Casa, conserva o respeito e a admiração dos servidores da Aleac. Atualmente, conta com o respeito dos deputados. Mas, o desejo dos servidores influencia e muito na hora do voto.

Protesto

Ontem mesmo, um grupo de servidores da Aleac pedia ajustes salariais a Nicolau (PP) e Luiz Gonzaga (PSDB). Bestene, direto da tribuna, cumprimentou os servidores e pediu ‘carinhosamente’ que a Mesa os atendesse, dispensando recebê-los apenas por meio do sindicato.

Curiosidade

Uma curiosidade é que, nesta legislatura, a Aleac tem dois ex-presidentes da Mesa Diretora. Edvaldo Magalhães (PCdoB) e José Bestene (PP). Ambos são lembrados pelos servidores com muito saudosismo. Basta só conversar com um deles. Edvaldo é tido como o cara que organizou a Aleac e Bestene o ‘paizão’ de todos.

Cabeças vão rolar

Certamente, cabeças vão rolar nos próximos dias no governo. Falta de aviso do governador Gladson Cameli não foi. A estrada que dá acesso ao aeroporto de Feijó está em péssimas condições. O governador já mandou o Deracre fazer a recuperação. Chegou a cobrar o diretor-presidente, Ítalo Medeiros, ao vivo pelo sistema público de rádio. Mas, parece que nada aconteceu.

Carne de pescoço

Se tem uma coisa que não falta ao senador Marcio Bittar (MDB/AC) é coragem para defender suas ideias. Bittar disse que “não reconhecer os abusos no Poder Judiciário é o mesmo que desconhecer a natureza humana”, ao falar sobre o projeto que visa coibir o abuso de autoridade. Para o senador acreano, o PL não traz prejuízos à Lava Jato.

No ventilador

O presidente da República, Jair Bolsonaro, jogou fumaça no ventilador. Disse que muitos governadores da Amazônia não estão fazendo nada para combater o desmate na Amazônia, quando poderia fazer. Após se indispor com governadores do Nordeste, desta vez são os do Norte que entraram na mira da metralhadora de Bolsonaro.

Incêndios

No Acre, os focos de incêndios dobraram. Não se sabe se por falta de uma campanha educativa e preventiva, ou falta de uma fiscalização mais incisiva, ou até mesmo, firmadas nas declarações dos governos que não haveria perseguição, quando na verdade se trata apenas de cumprir a legislação.

Assuntos desta notícia