Processo que tenta conceder regime semiaberto a Hildebrando Pascoal é adiado pelo TJ-AC – Jornal A Gazeta

Processo que tenta conceder regime semiaberto a Hildebrando Pascoal é adiado pelo TJ-AC

O agravo de execução penal, impetrado pelo advogado do ex-coronel e ex-deputado Hildebrando Pascoal, que tenta mudar o regime prisional do condenado para algo menos grave, seria pautado na sessão desta quinta-feira, na Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre. Contudo, o processo foi retirado de discussão, devido à demanda extensa da mesa.

De acordo com a assessoria de imprensa do TJ, o processo deve entrar em pauta na próxima quinta-feira, 18. Caso o agravo seja concedido, Hildebrando poderá cumprir o restante de sua pensa em regime semiaberto.

O ex-coronel é acusado de comandar um grupo de extermínio na década de 90, no Acre, conhecido como ‘esquadrão da morte’.

Em janeiro, ele teve o pedido de prisão domiciliar negado, pela juíza da Vara de Execuções Penais, Luana Campos. Hildebrando Pascoal, preso desde 1999, alega vários problemas de saúde e que o presídio no qual está não garante segurança a sua integridade física. Ao todo, os processos no qual o ex-coronel foi condenado resultam em mais de 100 anos de prisão.

Assuntos desta notícia