Romaria Rumo ao Centenário da Diocese – Jornal A Gazeta

Romaria Rumo ao Centenário da Diocese

A Diocese de Rio Branco e Família Franciscana do Acre, em preparação ao Centenário da presença da Igreja Católica na Região do Acre e Purus (1920 – 2020), com a chegada das primeiras missionários Servos de Maria, realizará a Romaria “Rumo ao Centenário” ao Santuário de São Francisco de Assis, em Brasileia, no dia 15 de junho de 2019, a partir das 10h.
A Romaria “Rumo ao Centenário”, que reunirá fieis das várias paróquias da Diocese de Rio Branco, contará com a presença da relíquia de São Francisco de Assis (1182-1226) e terá como tema: “Como Igreja de Rio Branco, caminhamos com São Francisco para uma Ecologia Integral”. A peregrinação da relíquia (parte do corpo do santo) ocorre em comemoração ao jubileu dos 800 anos (1221 – 2021) da Ordem Franciscana Secular (conhecida como Terceira Ordem Franciscana) que ocorrerá em 2021.
Comemorando a preparação ao Centenário da Igreja Católica na Região do Acre e Purus e com a presença da relíquia de São Francisco de Assis, pode-se remontar à história do Estado do Acre. No processo da chegada dos primeiros nordestinos para a exploração da borracha e fixação no território do Acre, no final do século XIX, estes bravos heróis da floresta trouxeram sonhos, esperanças e a sua fé, companheira de tantas lutas. São Francisco de Assis, um dos santos mais conhecidos e admirados por nosso povo, era sinal da fé cristã e elemento de ligação com a terra natal, lembrando sempre de São Francisco das Chagas ou de Canindé, mas é o mesmo São Francisco que nasceu na cidade italiana de Assis.
E neste bonito clima de festa e fé, celebrando as benção do Senhor em todos os anos de nossa Igreja, as paróquias estão se organizando com seus romeiros para participarem de forma festiva deste momento da nossa Diocese de Rio Branco.
O que é uma relíquia? Uma relíquia é um fragmento de osso ou um objeto que tenha alguma relação com um(a) Santo(a), aos quais os católicos prestam veneração ou reverência. O costume das relíquias dos santos vem desde o início do cristianismo. Primeiramente os mártires foram cultuados, o povo de Deus recolhia seus corpos e os sepultava com reverência. As sepulturas dos mártires eram visitadas por peregrinos e muitos queriam ser sepultados junto a um mártir pois julgavam que este mais intercederia por eles no Céu.
Quem foi São Francisco de Assis? São Francisco de Assis (Assis, 1181 ou 1182 — 3 de outubro de 1226), foi um frade católico da Itália. Depois de uma juventude irrequieta e mundana, e a partir do encontro com o Senhor Jesus, voltou-se para uma vida religiosa de completa pobreza, amor aos pobres, inaugurando um caminho fecundo de viver o Santo Evangelho. Muitos irmãos e irmãs de todos os tempos se inspiram no exemplo de Francisco, para seguir mais fielmente Jesus Cristo. Francisco, renovou de forma santa o Cristianismo de sua época, e fundou um ordem (família) de irmãos e irmãs, mais conhecidos como franciscanos e franciscanas.
Com o hábito da pregação itinerante, quando os religiosos de seu tempo costumavam fixar-se em mosteiros, e com sua crença de que o Evangelho devia ser seguido à risca, imitando-se a vida de Cristo, desenvolveu uma profunda identificação com os problemas de seus semelhantes e com a humanidade do próprio Cristo. Sua atitude foi original também quando afirmou a bondade e a maravilha da Criação num tempo em que o mundo era visto como essencialmente mau, quando se dedicou aos mais pobres dos pobres, e quando amou todas as criaturas chamando-as de irmãos.
Mesmo depois de 800 anos, seu exemplo e testemunho de seguidor de Jesus são atuais e motivam homens e mulheres ao redor do mundo. Francisco, não é somente um homem da Igreja, mas um homem da humanidade. Seu encantamento com o Amor maior e sua entrega perfeito ao Amado questionam nosso jeito de ser cristão, em um tempo marcado por grandes e profundas crises.
Desde quando está no Acre a relíquia de São Francisco? A relíquia de São Francisco de Assis (um oratório contendo uma imagem do santo e um relicário contendo um fragmento de osso do fêmur de Francisco, vindo de Assis – Itália) chegou ao Acre no dia 27 de maio e logo seguiu para a Diocese de Cruzeiro do Sul onde permaneceu até o dia 03 de junho. De 03 a 17 de junho, a relíquia de São Francisco estará na Diocese de Rio Branco, onde serão desenvolvidas inúmeras atividades a cargo da Ordem Franciscana Secular – OFS e Família Franciscana do Acre. O ponto alto da programação é a Romaria “Rumo ao Centenário”, dia 15 de junho, em Brasileia, no Santuário ao santo dedicado.
O que é a Família Franciscana do Acre? É a reunião das várias expressões e carismas de inspiração franciscana na Diocese de Rio Branco e Cruzeiro do Sul, formada pela: Ordem Franciscana Secular – OFS (Rio Branco), Congregação das Servas Franciscana Reparadoras de Jesus Sacramentado (Vila Campinas), Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas (Senador. Guiomard e Assis Brasil); Congregação das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora (Cidade do Povo), e Congregação das Irmãs Franciscanas do Mártir São Jorge (Cruzeiro do Sul).
Enfim, rogamos ao nosso pai seráfico São Francisco e a nossa mãe Santa Clara, junto com Nossa Senhora dos Anjos, e ao grande frade franciscano Santo Antonio, que hoje celebramos, nos auxiliem em nossas as necessidades, bem como a Diocese de Cruzeiro do Sul e Diocese de Rio Branco, a Família Franciscana do Acre e todos os devotos.
Bem-vindo, pai São Francisco, ao Estado do Acre!

Assuntos desta notícia