Saída de grupo no Whats pode indicar recusa de Semírames ao pedido de reassumir a Sefaz  – Jornal A Gazeta

Saída de grupo no Whats pode indicar recusa de Semírames ao pedido de reassumir a Sefaz 

A saída de Semírames Maria Plácido Dias do cargo de secretária da Fazenda do Acre (Sefaz) ainda é uma incógnita. O decreto de exoneração foi assinado pelo governador Gladson Cameli, mas pouco tempo depois ele pediu que ela reavaliasse sua decisão. Por enquanto, Alysson Bestene assume a pasta interinamente.

Semírames chegou a declarar, contraditoriamente, para alguns sites de notícias que não voltaria ao cargo, mas também que “ainda não estava decidido”. Ela pediu demissão alegando problemas pessoais por motivo de doença. Mas há rumores de que os motivos seriam outros.

“Agradeço imensamente a todos que se preocuparam comigo. O governador é uma pessoa maravilhosa, que admiro e gosto muito. Também não tem nada a ver com a minha saúde. Não é nada disso”, declarou a um site de notícia.

Contudo, a saída de Semírames do grupo de WhatsApp do alto escalão do governo deixou claro que ela não aceitou o pedido do governador. A informação foi dada pelo jornalista Altino Machado, que faz parte da equipe de Comunicação do Governo do Estado, em sua página de Facebook.

Ao Jornal A GAZETA, a porta-voz do governo, Mirla Miranda, afirma que ainda não há nada decidido. “Vamos nos posicionar assim que tudo estiver acertado”, disse ela.

Semírames é servidora efetiva do Tribunal de Contas do Estado (TJAC) e ocupa do cargo de auditora.

 

Assuntos desta notícia