Saúde convoca Exército para reforçar combate a dengue em Rio Branco – Jornal A Gazeta

Saúde convoca Exército para reforçar combate a dengue em Rio Branco

Somente este ano, 780 casos de dengue foram confirmados em Rio Branco. Entre janeiro e começo de fevereiro foram mais de 880 notificações. Por isso, a Secretaria de Saúde de Rio Branco convocou o Exército Brasileiro para reforçar as ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti na capital.

Segundo o secretário de Saúde, Otoniel Almeida, os militares do 4º Batalhão de Infantaria de Selva (4º Bis) irão auxiliar os agentes de endemias nas visitas domiciliares.

“É um cenário extremamente preocupante. É uma situação que nos preocupa porque o vírus da dengue está circulando e por isso estamos fazendo um reforço”.

O secretário explica que os bairros do Calafate, Segundo Distrito e a parte Alta de Rio Branco são as regiões que mais preocupam porque nessas áreas há grande acúmulo de entulho, lixo domiciliar, além de caixas d’águas a nível do solo.

“Também são as que têm mais casos confirmados de dengue e, por isso, vamos reforçar tanto com as visitas domiciliares como também com a zeladoria avançando com o recolhimento de lixos e entulhos”.

Ainda segundo o secretário, proprietários de terrenos baldios e casas para alugar devem ficar atentos para evitar a proliferação do mosquito da dengue. A população pode fazer denúncias de locais com focos do mosquito através do número 0800-647-1516.

“Estaremos fazendo as notificações e, caso necessário, aplicando penalidades nesses proprietários das áreas para que possamos garantir a saúde da população porque o bem coletivo é mais importante”.

Almeida destaca que a Saúde está em alerta e, apesar de nos últimos seis anos não existir registro de casos graves ou óbitos, a situação é preocupante.

“Passaremos por essa situação o mais rápido possível. Esse cenário mostra um crescimento nos casos notificados e também nas confirmações e por isso estamos em alerta total”, conclui.

Dengue no Acre

Dados da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) apontam que os casos de dengue cresceu cerca de 33% em janeiro deste ano, se comparado ao mesmo período do ano passado.

Em janeiro de 2018, o estado notificou 1.227 casos suspeitos de dengue. Este ano, o número subiu para 1.842 casos suspeitos, sendo que até o momento, 269 foram confirmados, 194 descartados e 1.379 casos ainda estão em investigação. O prazo para encerrar a investigação dos casos é de 60 dias.

 

Assuntos desta notícia