Semana Nacional do Trânsito: prefeitura e parceiros promovem ações educativas na Capital – Jornal A Gazeta

Semana Nacional do Trânsito: prefeitura e parceiros promovem ações educativas na Capital

Com o tema – No Trânsito, o Sentido é a Vida – a Semana Nacional do Trânsito 2019 acontece entre 18 a 25 de setembro. Em Rio Branco, capital do Estado do Acre, a Prefeitura, através da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito – Rbtrans, Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), programou várias atividades para estimular a conscientização social sobre os cuidados básicos que todo o motorista e pedestre deve ter no trânsito.

O superintendente da RBtrans, Nélio Anastácio, destacou que o objetivo maior é reforçar, no seio da sociedade, a necessidade de respeitar as leis de trânsito para preservar a vida. Evidenciando as mudanças necessárias no comportamento do cidadão, condutores e pedestres, oportunizando um aumento gradativo de motoristas defensivos.

“É importante a comunidade entender a possibilidade de compartilhamento do mesmo espaço nas vias públicas, sem violência e acidentes. Cada um é responsável por sua postura nas ações do dia-a-dia, ajudando, desta forma, a tornar o trânsito cada vez mais seguro em nossa cidade”, observou Nélio.

O superintendente ressaltou que a metodologia utilizada neste projeto será participativa, na qual a equipe de educação da RBtrans auxiliada por agentes municipais de transportes e trânsito com apoio da Semsa por meio do Projeto Vida no trânsito e Juventude realizará ações educativas de conscientização. Abordando condutores, distribuindo panfletos e reforçando a mensagem de que o trânsito não pode ser banalizado.

Cléia Machado, coordenadora de educação de trânsito do Detran/Ac, destacou: “hoje, nós estamos fazendo essa blitz integrada. Com qual o objetivo? Unir forças de todas as instituições que trabalham a segurança do trânsito de Rio Branco, promover uma ação educativa com abordagem aos condutores, que se utilizam do trânsito no dia-a-dia, e levar essa reflexão sobre a postura de condutores de carros, motos, ciclistas e pedestres para redução de acidentes”.

No ano passado, o número de vítimas fatais de acidentes de trânsito no Acre chegou a 89. Conforme o Detran, 47% dessas mortes tem envolvimento comprovado de motocicletas, sendo 42 vítimas entre pilotos, passageiros e pedestres atropelados.

Na capital, levando em consideração tanto as vias estaduais como federais, foram registradas 42 mortes em acidentes de trânsito, sendo que 19 envolveram motos. Sem contar com as vias federais, foram 26 mortes de trânsito em 2018, e dessas, 13 foram com motocicletas.

A prefeita Socorro Neri, orientou a RBtrans a realizar ações educativas em locais que propiciem uma boa comunicação com as pessoas, não apenas para divulgar a Semana Nacional de Trânsito, mas principalmente para alertá-las sobre a importância do autocuidado.

Assuntos desta notícia