Sinhasique organiza Fórum de Debate para discutir a violência no Acre – Jornal A Gazeta

Sinhasique organiza Fórum de Debate para discutir a violência no Acre

Pensando em apresentar propostas que realmente ajudem a diminuir os índices de criminalidade no Estado, a deputada Eliane Sinhasique (MDB), presidente da Comissão dos Direitos Humanos, irá realizar, no dia 29 de junho, às 9h30, no auditório da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Fórum de Debate sobre os Problemas e Soluções para a violência sob o olhar da vítima.

O objetivo é envolver as Secretarias estaduais (Segurança Pública, Educação e Esporte, Juventude, da Mulher, Direitos Humanos, dentre outras), as Instituições (Ministério Público, Defensoria do Estado e ONGs), a própria Assembleia Legislativa e a sociedade nesse debate.

“Não podemos fazer de conta que não tem nada acontecendo! A criminalidade está ceifando muitas vidas de jovens vulneráveis, em situação de risco. Nós precisamos debater soluções para essa problemática”, declarou a parlamentar.

Sinhasique tem colocado na Assembleia que é importante investir em policiamento, em instrumentos para que a Polícia possa combater o crime, mas é necessário trabalhar também preventivamente.

“A diminuição da criminalidade passa pela transversalidade das Secretarias do Estado atuando em conjunto. É tempo de todas as instituições, Secretarias e principalmente as vítimas virem debater, falar dos problemas e apresentar soluções, que serão apontadas num documento que será entregue ao governador do Estado”.

As vítimas são importantes nesse processo. “Tanto aquele que tomba pelo disparo de uma arma de fogo, como aquele que disparou a arma, tem mãe, tem pai, tem uma família por trás. Esse último é vítima da falta de educação, da falta de oportunidade, da falta de estrutura, da falta da presença do Estado na sua vida”.

Números

Até o ano de 2015, a taxa de homicídios no Acre equivalia à taxa nacional. Porém, em apenas três anos, esse número aumentou drasticamente: enquanto no Brasil a taxa é de 26 mortes por 100 mil habitantes, no Acre são 60 mortes por 100 mil habitantes.

Assuntos desta notícia