Tenha Coragem – Jornal A Gazeta

Tenha Coragem

Olá, tudo bem?

Hoje eu quero iniciar, lembrando de minha infância, pois é, recordar coisas boas nos faz bem, nos dá forças para continuar. Sabe, desde criança, ouvi muito os meus pais dizerem: “Nesta vida é preciso coragem para vencer.”  E sempre presenciei atitudes corajosas do meu pai, de minha mãe, e dos meus avós também. Percebia que quando eles faziam uso da coragem, algo novo acontecia, uma conquista, uma vitória, uma mudança!

É lógico que neste processo, eu presenciava diversas atitudes de enfrentamento, muitas vezes dolorosas, porém firmes, com o único objetivo, prosseguir para chegar até onde precisava para a realização de um projeto, de um sonho.

Ainda lembrando dos meus pais, aprendi que no caminho existe muitas pedras, algumas pequenas, outras grandes que nos assustam, mas que cabe a nós mesmo tirar do caminho, ou nos desviar. O que não podemos é nos intimidar, acomodar, e para que isso não aconteça, é preciso ter coragem. E como disse o importante escritor brasileiro Guimarães Rosa:

“O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem.”

Mas você sabe o que é coragem?

Coragem é uma palavra que vem do latim, e significa  “agir com o coração”. Em outras palavras, ter coragem é agir de acordo com os seus sentimentos.

Então, o que neste momento em sua vida tem suportado ou enfrentado que precisa fazer uso da coragem? Qual a situação desafiadora que você está vivendo e que faz você acreditar que não será capaz de dar conta? Problemas no casamento, conflitos familiares, pressão no trabalho? O que tem exigido de você uma atitude corajosa? Enfrentar um concurso, decidir sobre a sua carreira, sobre a sua vida? Falar ou não falar, fazer ou não fazer, enfrentar ou recuar? Seja lá o que estiver passando, saiba que é preciso coragem para mudar a realidade que você tem vivido.

Diga-me, você se considera uma pessoa corajosa? Não! Então, está na hora de superar o seu pensamento negativo e seus medos, mas para isso, terá de agir com determinação e autoconfiança.

Olha só, entenda que a base para as nossas ações, estão nas emoções, ou seja, o meu sentimento irá determinar se o meu comportamento será positivo ou negativo, dependerá da interpretação que a minha mente fizer. Tem momentos, por exemplo, que o medo pode nos salvar de uma situação perigosa, mas em outros momentos, pode nos bloquear ao ponto de perdermos oportunidades. Diante disto, saiba que precisará aprender a canalizar as emoções de forma adequada a cada situação.

Saiba que a coragem é a confiança que temos no momento de temor, de situações críticas, difíceis, é o que nos faz lutar, e enfrentar os problemas e as barreiras que o medo insisti em colocar. Nós precisamos desta força positiva para combatermos os momentos difíceis, enfrentar as tempestades e os momentos tenebrosos da vida.

Quer agir com coragem? Comece a praticar a Inteligência Emocional em seu dia a dia, em sua vida. Aprenda a confiar mais em você, em sua capacidade. Analise, quais os desafios que você conseguiu superar em sua vida, quantas metas alcançou. Nós temos o poder de realizar e transformar. Portanto, somos capazes de superar qualquer obstáculo.

É bem verdade que nós, seres humanos, temos algum tipo de limitação, seja ela mental, emocional ou física. Mas aí está o grande desafio: Tornar-se vítima ou transformar o sofrimento em motivação. Quer uma sugestão? Enfrente e supere as suas limitações. Canalize positivamente a sua energia. Chega de vitimização e autopiedade! Mude os seus pensamentos, a forma de você olhar para você mesmo, a forma de você interpretar os seus pensamentos, use a Inteligência Emocional, aprenda a lidar com as suas próprias emoções, assim saberá administrar corajosamente as adversidades da vida.

Portanto, para a sua reflexão, concluo com esta mensagem de Sabedoria e Aprendizado na Vida  que encontrei ao navegar pela  internet:

 “É preciso ter força para ser firme, mas é preciso coragem para ser gentil.

 É preciso ter força para se defender, mas é preciso coragem para baixar a guarda.

 É preciso ter força para ganhar uma guerra, mas é preciso coragem para se render.

 É preciso ter força para estar certo, mas é preciso coragem para ter dúvida.

 É preciso ter força para manter-se em forma, mas é preciso coragem para ficar de pé.

 É preciso ter força para sentir a dor de um amigo, mas é preciso coragem para sentir as próprias dores.

É preciso ter força para esconder os próprios males, mas é preciso coragem para demonstrá-los.

É preciso ter força para suportar o abuso, mas é preciso coragem para fazê-lo parar.

É preciso ter força para ficar sozinho, mas é preciso coragem para pedir apoio.

É preciso ter força para amar, mas é preciso coragem para ser amado.

É preciso ter força para sobreviver, mas é preciso coragem para viver.”

Um grande abraço!

Fique com Deus.

 

Claudia Correia de Melo Torres

É Psicoterapeuta de adolescentes, individual e de casal. Escritora. Preletora. Faz  atendimento Online e Presencial para você e sua família. Skype: claudiacorreiamt / (82) 9 9641-5787 – youtube.com/c/ClaudiaCorreia – Instagram correiademelotorres_aloficial 

Assuntos desta notícia