VAMOS CELEBRAR O  NATAL – Jornal A Gazeta

VAMOS CELEBRAR O  NATAL

Olá, tudo bem!

Então chegamos na maior festa do ano no mundo, é Natal!

Graças a Deus vivemos em um país onde a nossa fé pode ser exercida livremente, e como cristã, irei desfrutar deste momento, eu não poderia deixar de falar sobre a festa mais esperada, o Natal. Quando paramos para analisar, vemos que os demais feriados são comemorados em um só dia, mas o Natal, durante todo o mês de dezembro ou um doze avos do ano é enfatizado. É realmente impressionante, esta é a época que bilhões de pessoas deixa tudo de lado para enfeitar a casa com a arvore e luzes de Natal, paramos para enviar mensagens, comprar presentes, assistir as celebrações em igrejas, cantamos músicas natalinas, assistimos Cantatas, especiais em televisão, viajamos quilômetros e quilômetros para encontrarmos parentes. Tudo é diferente, a cidade se enche de luz, de cor, os sons do Natal nos emocionam, nos faz chorar, refletir, sorrir, enche o nosso coração de esperança e de paz. Tudo é preparado para esse momento extremamente especial, pra onde você olhar encontrará e saberá que é Natal.

Nossa, eu fico impressionada como o nascimento tão simples de um menino, que ocorreu há mais de dois mil anos no Oriente Médio, consegue provocar os maiores congestionamentos. Olha o nosso calendário, por causa de Jesus Cristo a história está dividida em a.C ( antes de Cristo) e d.C ( depois de Cristo) ou A.D ( Ano Domini, ou “no ano do Senhor” em latim). Saiba que qualquer outros eventos da história, inclusive seus compromissos em sua agenda, seu aniversário, estão datados segundo a quantidade de dias e anos que passaram desde que Jesus veio a terra. O mundo jamais foi o mesmo depois do nascimento daquele menino.

Isso mostra que existe propósitos no nascimento daquele menino camponês. Segundo a Bíblia Sagrada no livro de Lucas 2:8-14, diz: Havia pastores que estavam nos campos próximos e durante a noite tomavam conta dos seus rebanhos.

E aconteceu que um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor resplandeceu ao redor deles; e ficaram aterrorizados.

Mas o anjo lhes disse: “Não tenham medo. Estou lhes trazendo boas novas de grande alegria, que são para todo o povo:

Hoje, na cidade de Davi, lhes nasceu o Salvador que é Cristo, o Senhor.

Isto lhes servirá de sinal: encontrarão o bebê envolto em panos e deitado numa manjedoura”.

De repente, uma grande multidão do exército celestial apareceu com o anjo, louvando a Deus e dizendo:

“Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens aos quais ele concede o seu favor”.

Entenda, o anjo anunciou os três propósitos do nascimento de Jesus: O Natal é época de Celebração, Salvação e de Reconciliação.

Então, vamos celebrar, vamos dar uma festa, comemorar o nascimento de Jesus. Essa é realmente para os cristãos uma boa e maravilhosa notícia. É bom saber que somos amados, cuidados e favorecidos por Deus. Mas precisamos refletir neste amor, será que nos amamos e amamos de fato o nosso próximo a ponto de nos perdoarmos e perdoar aquele que nos causou dor? Onde está a nossa humildade, está massacrada, dominada, controlada pela nossa arrogância, soberba e orgulho? Se somos cristãos, precisamos agir como cristãos, sendo luz, fazendo a diferença  amando, respeitando e perdoando um ao outro em um mundo dominado pela escuridão e densas trevas. Como diz Rick Warren: “ Da próxima vez que você vir uma imagem ou uma estátua de Jesus com os braços esticados sobre a cruz, lembre-se de que ele está dizendo: amo você tanto assim!” Amemos uns aos outros verdadeiramente!

Mas o Natal também é época de Salvação. Sim! “ Hoje mesmo…nasceu o Salvador – o Messias, o Senhor!” Lucas 2:11. Jesus é um salvador pessoal, ele salva aqueles que o aceitam, somente ele pode transformar corações, nos libertar da culpa do passado, da amargura e do ressentimento, ele nos liberta inclusive, das expectativas dos outros, dos hábitos viciantes e do medo da morte.

E para concluir, precisamos nos lembrar que o Natal é uma época de reconciliação. Sabe de uma coisa, nós, os seres humanos, temos uma imensa dificuldade de vivermos em paz uns com os outros. O que fazemos melhor é brigar, criticar, criar discórdias, divisões e contendas. “ Há cerca de 100 anos, o sentimento popular era de que se as pessoas fossem instruídas, as guerras desapareceriam. Mas depois de duas guerras mundiais terem acontecido entre as nações com o maior nível de escolaridade do planeta, esse otimismo inocente desvaneceu. Sem uma transformação do coração, a educação simplesmente nos dá oportunidade de pensar em maneiras mais sofisticadas de matarmos uns aos outros. Existem muitas pessoas brilhantes na prisão. Uma mente instruída não produz automaticamente um coração pacífico. O mundo precisa desesperadamente de reconciliação.”

Quer paz? Então o caminho está na reconciliação. Busque a paz com Deus, com os outros, deixe a paz brotar em seu coração. A paz cura vidas e relacionamentos. Transforma a tensão em calma, suaviza a alma, eliminando o pânico e a pressão. Se cremos no Príncipe da Paz, permita que ele não somente ensine o caminho para a paz, mas que ele nos capacite a vivermos uma vida de paz. “ Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens!” Lucas 2:14.

Meu amigo, minha amiga, sinceramente não importa a sua religião, afinal, Jesus não trouxe religião, ele possibilitou a existência de um relacionamento com Deus. Portanto,  aproveite  essa maravilhosa oportunidade para repensar sobre a sua vida, pois o mundo precisa urgentemente de pessoas, pais, filhos, amigos melhores e cidadãos justos, honestos, que cooperam com a justiça e  respeitam a sua nação e os seus governantes.

É Natal! Vamos festejar, comemorar! Está na hora de abandonar suas feridas e tocar a vida em frente.

FELIZ NATAL

 

 Claudia Correia de Melo Torres

 É Psicoterapeuta de adolescentes, individual e de casal. Escritora. Palestrante. Faz atendimento On line e Presencial para você e sua família. Skype: claudiacorreiamt (82) 99641-57-87 YouTube Claudia Correia.

 

 

 

Assuntos desta notícia