A leitura nos dias atuais – Jornal A Gazeta

A leitura nos dias atuais

Qual a importância que o hábito da leitura tem para nosso desenvolvimento intelectual, profissional, pessoal e até emocional? Você consegue mensurar essa influência de forma concreta? Ser um leitor constante talvez não seja tarefa das mais fáceis, mas se torna muito prazerosa e vantajosa quando feita com frequência. Nós podemos ler para nos informar, estudar ou simplesmente para nos deleitar com a leitura, o fato é que seja qual for o motivo, ler nos possibilita sair do lugar em que estamos e ir para outro lugar: o lugar de quem conhece, de quem vê mais amplamente, de quem consegue olhar a vida sob diversos pontos de vista.
Você lê com que frequência? Quantos livros você já leu esse ano? Que tipo de leitura mais te agrada? Você concorda que a leitura tem muito a te ensinar? Para que o gosto pela leitura vire hábito e transforme vidas é preciso compreender que não pode ser esporádico, casual ou imediatista, ou seja, apenas comece e crie sua própria rotina. Nos dias corridos em que vivemos a falta de tempo é a maior desculpa para os que ainda não lêem, mas é uma desculpa sem lógica alguma, pois 10 minutos diários de leitura já podem proporcionar boas transformações.

“A leitura renova, trata, te movimenta

e te permite sonhar mais”

Infelizmente, o brasileiro é um povo que ainda lê muito pouco. Pesquisa publicada na Bienal do Livro, de São Paulo, em 2017, mostra que 44% da população brasileira não lê e 30% nunca comprou um livro, isso significa que dentre as atividades diárias preferidas pelos brasileiros ler, definitivamente, não é prioridade, ao contrário, 73% preferem a televisão e apenas 24% um bom livro.
Diante desses dados, é importante pensar que o caminho contrário pode nos colocar numa situação privilegiada de pessoas que podem transformar o mundo em que vivem a partir das leituras que fazem e do novo sentido que podem dar à sociedade, já que ler amplia nosso vocabulário, nos liberta de preconceitos, nos enriquece culturalmente, melhora nossa atividade cerebral, nos livra da ignorância, nos torna mais humano e sensível, aperfeiçoa nossa escrita e todo nosso repertório.
Assim, se você quer ser um agente transformador na sua casa, no seu bairro, cidade ou país, faça a diferença primeiro na sua vida, permitindo-se conhecer muitos outros mundos por meio da leitura. A leitura renova, trata, te movimenta e te permite sonhar mais. Nesse mundo tão pouco encantado permita-se ser inspirado pelos livros. Leia. Seja diferente!!!

Assuntos desta notícia