Dois desafios – Jornal A Gazeta

Dois desafios

Como se noticiou ontem, a Frente Popular anunciou seus pré-candidatos aos cargos majoritários para as próximas eleições, em mais alguns dias será a vez das oposições anunciar os seus e ambos os lados terão duas missões importantes a cumprir ao longo da campanha eleitoral.
A primeira delas é motivar e convencer a sociedade, os eleitores que a politica, o voto são ainda instrumentos importantes de mudanças, depois de tudo o que se assistiu nesses últimos dois anos, com o impeachment ou golpe parlamentar e a bandalheira que se seguiu com a compra de votos no Congresso Nacional para livrar o presidente da República imposto pelo golpe de graves denúncias de corrupção.
A segunda tarefa será apresentar um bom projeto ou plano de desenvolvimento socioeconômico para o Estado, que contemple todas as classes sociais com a geração de emprego e renda, que é um dos graves problemas que ainda persiste com a crise econômica, institucional e política que gerou mais de 13 milhões de desempregos no país.
Sobre este aspecto, a sociedade quer respostas concretas, objetivas e viáveis, a partir das potencialidades do Estado, sem planos mirabolantes ou a reprise de um modelo perverso em que o boi era mais importante do que o agricultor, o seringueiro, o índio e outras categorias sociais. Assim como, ter a coragem de cobrar do Governo Federal o cumprimento de suas obrigações no caso da guarnição das fronteiras que tantos problemas tem criado ao Estado e ao país com o narcotráfico.

Assuntos desta notícia