Emprego cresce 0,24% em outubro; abertura de novas vagas fica abaixoEmprego cresce 0,24% em outubro; abertura de novas vagas fica abaixo de setembro

A abertura de novas vagas de trabalho no Acre, no mês de outubro, cresceu 0,24% quando comparado com o mês anterior. No total, 139 empregos seletistas foram criados no período. Ante setembro, o número de carteiras assinadas ficou bem abaixo. Naquele mês, 284 postos foram abertos no Estado. Apesar da queda, segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), esse foi o segundo melhor outubro da série histórica do órgão.

O setor que mais contribuiu para o baixo desempenho foi a indústria de transformação, com 54 demissões. Depois de meses seguidos de alta, a construção civil acreana já passa a sentir os impactos da chegada do período de chuvas. No mês de abertura do “inverno amazônico”, as construtoras dispensaram 18 trabalhadores, nada que desequilibrasse as contratações em setembro: 126.

Já no comércio a situação é bem diferente. A proximidade das festas de final de ano empolga os empresários, que desde o final do terceiro trimestre passaram a contratar, rompendo uma trajetória de demissões. O setor foi o que mais possibilitou aos acreanos de deixar o desemprego de lado no último período. Ao todo foram 95 carteiras assinadas, abaixo do registrado em setembro: 208. Em segundo lugar entre os que mais contrataram está o serviços industriais de utilidade pública, com 76 admissões.

No acumulado do ano, o Acre registrou um aumento de 2.896 no número de postos de trabalhos criados; uma alta real de 5% quando comparado com o mesmo período de 2008. Em termos absolutos, afirma o Caged, é o melhor resultado da série.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation