Binho e Angelim comemoram chegada de 2010 com multidão no Mercado e na Gameleira

Queimas-de-fogos
Cerca de 100 mil pessoas, de acordo com estimativas do Corpo de  Bombeiros, estiveram no Novo Mercado  Velho e no Calçadão da Gameleira de Rio Branco  na virada do ano para ver a queima de fogos e se divertir ao som  da banda Terreirao do Samba e a Orquestra do Maestro Sandoval. A festa  começou às 22h do dia 31 e se estendeu até a 1h30 deste 1º de janeiro de 2010, intercalada com a contagem regressiva para a virada do ano.  O governador Binho Marques e o prefeito Raimundo Angelim fizeram a contagem junto com a multidão que tomou conta do Centro Histórico da capital.  “Com 2010  chegando nesse ritmo e com essa alegria vamos ter sim um ano bom para todos”, resumiu o governador, que foi ao Mercado Velho acompanhado de sua família.

A queima de fogos foi o ponto alto da festa. E neste reveillon o Governo do Estado trouxe do Rio de Janeiro uma empresa especializada para garantir o sucesso e a alegria do evento que em apenas quatro anos já virou tradição na capital acreana, reunindo milhares de famílias nas duas margens do rio Acre, exatamente na região onde Rio Branco foi fundada e onde foram fincadas as bases de uma cidade próspera e feliz.

A  bateria de fogos foi instalada  Ponte Metálica e a queima teve  duração de 15 minutos, conforme ocorre em grandes eventos. “Esta é uma festa linda, que une as pessoas”, disse o prefeito Raimundo Angelim. E o melhor é que tudo transcorreu de modo tranquilo mesmo que o número de participantes tenha sido muito maior que a expectativa dos organizadores, que inicialmente estimaram que cerca de 50 mil pessoas estariam na Gameleira e no Mercado. Na Delegacia de Flagrantes, por exemplo, foram registradas apenas dez ocorrências e o trânsito conseguiu fluir com certa regularidade no entorno da região central.

Para que a grande festa de Reveillon fosse pacífica e segura para todos os presentes, um forte esquema de segurança e trânsito foi sendo montado. Além disso, a Ponte Metálica foi interditada na quarta-feira, 30, sendo  reaberta após a queima de fogos, facilitando ainda mais a fluência de veículos e pedestres. Dez educadores de trânsito e 60 homens da Companhia de Policiamento de Trânsito (Ciatran) da Polícia Militar ajudaram a organizar o acesso de veículos e pedestres ao Centro. E o movimento começou cedo: por volta das 19h do dia 31 de dezembro centenas de pessoas já chegavam aos principais pontos da região. Muitas famílias aproveitaram para ver de perto a iluminação de prédios e  espaços como o Palácio Rio Branco, a Praça dos Seringueiros ou  Assembléia Legislativa.

O acesso ao Segundo Distrito se deu através da Ponte Coronel Sebastião Dantas pela Rua Epaminondas Jácome. A partir das 19 horas do dia 31, a Rua Benjamim Constant (próximo a Caixa Econômica) até a rotatória da Via Chico Mendes (próximo ao Supermercado Araújo) funcionou com duplo sentido de direção. A orientação do Detran para os motoristas é que utilizassem a Via Verde para se dirigir ao Segundo Distrito da capital ou que se deslocassem de ônibus ou táxi para chegar ao centro da cidade, principalmente aqueles que pretendiam ingerir bebidas alcoólicas.

Mais de 50 banheiros químicos foram espalhados pelos dois pontos de concentração de pessoas, o que trouxe mais conforto em relação às festas passadas.  As famílias puderam comemorar a chegada do Ano Novo com muita segurança. Equipes do  Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) presente para prestar socorro à população em casos de emergência, além de um patrulhamento  ostensivo que contou com  cerca de 170 homens da Polícia Militar foram disponibilizados. O policiamento foi realizado em duplas, grupos de vigilância fixa em tablados e com carros e motos.  (Agência de Notícias do Acre)

anonovo2

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation