Acreanos usaram quase R$ 14 mi do FGTS para financiar a casa própria

caixa
Em 2009 os acreanos sacaram R$ 13,9 milhões dos recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para realizar o financiamento da casa própria. Já o uso do crédito da poupança somou R$ 51,2 milhões.  Juntas, estas duas modalidades financiaram a aquisição de 1,2 mil residências no Acre.

Os números são da Caixa Econômica Federal (CEF), que ontem apresentou o balanço de suas ações em todo o país. Ao todo, o banco aplicou mais de R$ 47 bilhões para a aquisição de imóveis – um recorde histórico.

O montante correspondeu por mais de 70% do oferecido no mercado imobiliário brasileiro. No Acre, o volume de financiamentos ultrapassou os R$ 120 milhões. Em comparação com 2008, houve um crescimento de 500%. Naquele ano, o banco aplicou R$ 22,1 milhões. 

Mais da metade dos recursos injetados no mercado em 2009 (57,7 milhões) foi destinado ao programa habitacional “Minha Casa, Minha Vida”. No Estado, oito mil famílias foram beneficiadas pelas linhas de crédito da Caixa destinadas à casa própria.  “Esses números traduzem o quanto a Caixa tem se empenhado no contínuo aumento da qualidade de vida do acreano, através das melhorias em habitação, seja para adquirir sua casa própria ou para ampliar e reformar sua moradia”, diz Aurélio Cruz, superintende do banco.

Tendo como foco principal a classe de baixa renda, o “Minha Casa, Minha Vida” contabilizou em 2009 cerca de 4,7 mil propostas apresentadas para construção de residenciais para famílias com ganhos de zero a três salários mínimos. O número de beneficiados pelo programa do Governo Federal chegou a quase 1,5 mil. Já a quantidade de imóveis financiados com os créditos do FGTS e da poupança é de 877.

Para 2010, ano em que a Caixa celebra 150 anos, a meta é aplicar R$ 50 bilhões no financiamento da casa própria.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation