Fieac divulga indicadores industriais

A Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac) divulgou ontem a pesquisa “Indicadores da Indústria de Transformação”, referente ao mês de novembro, que avalia aspectos como número de empregos, volume de vendas, utilização da capacidade instalada e custo com pessoal. A organização apresentou, também, os resultados das pesquisas do emprego na construção civil e os preços médios da cesta básica de materiais de construção.

De acordo com as pesquisas, as vendas na indústria de transformação permaneceram praticamente no mesmo patamar do mês anterior. Observou-se um leve decréscimo de 0,57%. No entanto, se comparado todo ano de 2009, a variação acumulada (janeiro a novembro) foi de 7,15%.

Já o emprego na indústria de transformação em novembro de 2009 permaneceu estabilizado, comparado ao mês anterior. Verificou-se uma leve alteração, para baixo, de 0,06%. A variação acumulada de novembro de 2008 a novembro de 2009 foi de 1,97%, enquanto que a variação acumulada no ano de 2009 (janeiro a novembro) foi de 5,97%.

A pesquisa mostra ainda que no mês de novembro a indústria de transformação do Acre operou, em média, com 78,37% de sua capacidade instalada. O percentual de utilização foi o suficiente para atender a demanda do período.

Outro dado importante divulgado é que no mês de dezembro/2009 foram detectados 3.468 empregos na amostra de empresas de construção civil pesquisadas. O resultado de dezembro sugere tendência de queda no nível de empregos na Construção Civil no final de ano (em dezembro o emprego no setor caiu 7,94%, comparativamente ao mês anterior) , mas com uma explicação plausível: a diminuição do volume de obras com a intensificação das chuvas.

Quanto a cesta básica de materiais de construção, que inclui 17 itens, entre areia, cimento, tijolo, telha, e outros, fechou no valor de R$ 966,93 em Rio Branco. (Ascom Fieac)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation