Prefeitura reúne todas as secretarias no combate à dengue

prefeitura2

O prefeito em exercício, Eduardo Farias, realizou ontem à tarde, 18, reunião com todos os secretários e coordenadores municipais. O objetivo do encontro é traçar um plano de ação conjunto, envolvendo lideranças comunitárias, instituições educacionais, faculdades e o poder público no combate ao mosquito transmissor da dengue. Segundo dados do último Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (Lira), divulgado pelo Ministério da Saúde (MS), Rio Branco é apontada como uma das principais áreas de risco para novos surtos de dengue, com índice rápido de infestação de 3,9%.

Contudo, os números ainda não são preocupantes; porque se tratam apenas de um indicativo. O Lira é uma metodologia utilizada pelo MS e serve para alertar as cidades brasileiras sobre a possibilidade de haver novas epidemias e guiar as ações públicas de enfrentamento ao vetor.

Em outras palavras, trata-se de um estudo sugestivo de alerta para novos surtos. Quando ele indica que uma área está sob altos riscos de uma epidemia de dengue, não significa necessariamente que haverá uma e sim que é preciso intensificar as ações de combate e prevenção junto à população.

“O Lira é uma ferramenta muito eficaz. Inclusive, é o estudo que usamos para embasar o nosso conjunto de ações e fazer mapeamento das áreas de riscos. Sendo assim, é bom a população enxergar esse resultado, não como uma catástrofe e sim como um alerta de que a dengue é um perigo real e que precisa ser enfrentado por cada um de nós. O risco que o Lira aponta só realmente virá a se concretizar se houver um déficit nas ações públicas ou se a comunidade não se empenhar no combate nesta fase de prevenção. Mas isso não é o que acontece por aqui, pois a Semsa já está atenta para isso, com a missão de cada vez mais intensificar as ações de combate à doença”, explicou o secretário Municipal de Saúde, Pascal Khalil.

“Nesse momento é muito importante a participação de todos no combate a dengue. A prefeitura vem fazendo a sua parte, mas é preciso que todos se sintam responsáveis pelo controle da dengue. Ela não é só um problema do estado e do município. Ela pode atingir todo mundo, sem exceção. Por isso, é muito importante a união de todos no combate à doença”, destacou o prefeito em exercício, Eduardo Farias. (Ascom Pmrb)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation