Trip abrirá 25 mil novos assentos para o Acre por ano

O secretário de Esporte, Turismo e Lazer do Acre, Cassiano Marques, confirmou a inauguração do vôo da Trip Linhas Aéreas para o dia 17, trecho São Paulo, Cuiabá, Rio Branco e Cruzeiro do Sul. Ele anunciou ainda uma entrevista coletiva com a imprensa para o dia 18 pela manhã, às 8h30, na sede da Secretaria Estadual de Turismo (Setul).

No mesmo dia, haverá um coquetel no restaurante do aeroporto de Rio Branco, às 20 horas, com a presença dos executivos da Trip, representantes do Governo do Estado e membros da bancada de deputados federais, dentre eles o senador Tião Viana e o deputado federal Gladson Cameli, principais incentivadores da idéia.

Segundo Marques, a chegada da Trip no Acre traz uma grande expectativa, visto que serão oferecidas 25 mil novas vagas por ano de assentos ao Estado.

Também será oferecida uma nova conexão, gerando assim a melhoria de serviços e competitividade. Isso trará menor custo para os clientes e novas opções de horário.
“Iremos contar ainda com uma conexão para a cidade de Cuiabá, dentro da rota da Amazônia. Uma outra grande opção para aqueles que desejam visitar a região, seja para turismo ou para negócios”, disse.

Cassiano afirmou que o Acre está preparado para receber a Trip Linhas Aé-reas, já que o Governo do Estado e a bancada federal mostraram as vantagens da presença da empresa aérea na região amazônica.

Como funcionará o vôo da Trip no Estado:
A empresa deve operar diariamente com vôos para Cruzeiro do Sul e Rio Branco. A rota se inicia em São Paulo e chega ao Acre via Cuiabá (MT). O vôo pernoita em Cruzeiro do Sul e no dia seguinte a aeronave – um ATR 72 (turbo-hélice com 68 lugares) – sai pela manhã com destino a Rio Branco.

Da Capital do Estado, o avião parte para Cuiabá, onde chega por volta das 10 horas. Os passageiros terão ainda direito à conexão direta para Guarulhos, em jato 175 da Embraer.

A Trip já começa a operar no Acre com tarifas promocionais – a partir de R$ 99,00 (Cuiabá-Rio Branco) e R$ 89 (Cruzeiro do Sul-Rio Branco). (Silvânia Pinheiro/AgênciaContilnet)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation