Recadastramento biométrico no Bujari terá apoio do Projeto Cidadão

O Tribunal de Justiça do Acre realiza nos dias 05 e 06 de fevereiro (sexta-feira e sábado), na creche Dona Bela, localizada ao lado do Centro de Cultura e Florestania do Bujari, uma edição especial do Projeto Cidadão. O objetivo é mobilizar a população do município para a fase final do recadastramento biométrico, atividade desenvolvida pelo TRE-AC desde o dia 15 de dezembro e que já atingiu aproximadamente 65% do eleitorado da cidade.

A iniciativa de associar o Projeto Cidadão ao recadastramento no Bujari foi do presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre, Desembargador Arquilau de Castro Melo, que enxergou na medida uma forma eficiente de aumentar o volume de atendimento aos eleitores.

De acordo com a Coordenadora de Logística do Projeto Cidadão, Alessandra Araújo, durante dois dias a população do Bujari terá a disposição diversos serviços, entre eles: emissão de documentos (carteira de identidade, certidão de nascimento, CPF, título de eleitor, carteira de trabalho), orientações jurídicas, atendimento de saúde (vacinação, medida da pressão arterial), além dos serviços oferecidos pela Unidade Móvel do Procon. “Vamos oferecer os serviços tradicionais do Projeto, além de reforçar o número de atendimentos do recadastramento biométrico no município. O objetivo é trazer os eleitores da zona rural para a cidade”, explica a coordenadora.

Na última quinta-feira (28), o Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC) prorrogou até o dia 12 de fevereiro o prazo para que os eleitores do município de Bujari procurem o Centro de Cultura e Florestania local para o recadastramento biométrico.

Aproximadamente 65% dos eleitores do município já realizaram o recadastramento, mas cerca de 2,5 mil pessoas ainda não atualizaram o cadastro e correm o risco de ter o título eleitoral cancelado. O atendimento ao eleitor acontece de segunda a sábado, das 8h às 16horas. As pessoas devem levar documento de identidade e comprovante de residência para serem atendidas.

A Biometria permite a identificação do eleitor pela impressão digital e torna a votação no Brasil ainda mais segura. A tecnologia será utilizada em pelo menos um município de cada Estado nas eleições de 2010, por determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), alcançando 1% do eleitorado nacional.
A edição especial do Projeto Cidadão no Bujari conta com o apoio da prefeitura do município.(Ascom/TRE)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation