Propostas acreanas são aprovadas na Conferência Nacional de Defesa Civil

Evento reuniu representantes de todos os estados brasileiros em Brasília

O Acre emplaca três propostas ao conjunto de ações que irão servir de modelo às atividades da Coordenação Nacional de Defesa Civil (CONDEC).  A comissão acreana que representou o Estado na Conferência Nacional de Defesa Civil entre os dias 23 a 26 deste mês (março/2010) retornou sexta feira à noite para Rio Branco, trazendo na bagagem três propostas aprovadas.  O evento teve como palco o Centro de Convenções Brasil 21 em Brasília.

cdc
 
O chefe da delegação acreana e Coordenador Estadual da Defesa Civil, Cel. BM João de Jesus de Oliveira de Silva, explica que o conteúdo temático da Conferência Nacional era composto de três eixos, cada um com três propostas totalizando nove propostas por estado. “O Acre teve o privilégio de aprovar três, das nove propostas”.

Confira as propostas aprovadas:

1) Normas que exijam que as prefeituras criem e dêem condições adequadas de funcionamento (Sede Própria, recursos humanos e financeiros, capacitação técnica, criação da comissão permanente de defesa civil, regimento interno, conselho de defesa civil) das CONDECs, com apoio da Coordenadoria Estadual através de “Programa de Criação e Estruturação”, sob Coordenação Regional, cedendo um bombeiro militar para compor seu corpo técnico (Rio Branco)

2) Criação da profissão de Agente de Defesa Civil.  (Rio Branco)

Essas duas propostas foram tiradas da Conferência Estadual realizada dia 23 de março no auditório da Secretaria de Educação. Do município de Porto Acre, veio à terceira proposta aprovada na Conferencia Nacional de Defesa Civil

3) Ter a educação nas suas diferentes formas (extensão, escolar, técnica, universitária) como ferramenta de ações preventivas da Defesa Civil.  (Assessoria/SESP)

Foto/Divulgação

Assuntos desta notícia


Join the Conversation