Namorado de estudante fuzilada pela Polícia pede indenização de meio milhão de reais do Estado

O balconista Jeremias de Souza Cavalcante, 21 anos, namorado da estudante Edna Maria Ambrósio Rego, 22 anos, morta a tiro de fuzil no dia 26 de fevereiro durante uma blitz da Polícia Militar, na Rua Campo Grande, região conhecida por “Quatro Bocas” entrou na Justiça contra o Estado pedindo uma indenização no valor de R$ 500 mil, cobrando reparação por danos causados a Jeremias que também foi baleado.

advogado_1

O anúncio da ação foi feita pelo advogado Evestron Oliveira que informou que a ação pode demorar cerca de 90 dias, se o Estado aceitar fazer um acordo, caso contrário a ação poderá durar até dez anos, por causa dos precatórios.

O advogado informou que entrou com recursos para anulação das multas que Jeremias recebeu do Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN. Ele alega que as multas foram uma estratégia que a Companhia Estadual de Trânsito _ Ciatran, usou para justificar um erro fatal cometido pela Polícia durante a blitz.

“Entramos com recurso junto ao DETRAN, se não for resolvido aqui vamos a instâncias superiores, no caso o CONTRAN, em Brasília” afirmou o advogado.

advogado_2 advogado_3

Assuntos desta notícia


Join the Conversation