Começa Conferência Estadual do Esporte

A terceira Conferência Estadual do Esporte iniciou hoje na Arena da Floresta, com representantes das cinco regionais do Acre, do Governo, Prefeitura de Rio Branco e Ministério do Esporte. Os participantes vão discutir as propostas e desafios para o setor que serão levadas à discussão nacional, que acontece em Brasília.

O tema da conferência é “Plano Decenal de Esporte e Lazer – 10 pontos em 10 anos para projetar o Brasil entre os 10 mais”. Também será discutida a criação dos sistemas de esporte.O evento acontece até o dia 25 de abril e é aberto à comunidade.

A Conferência Estadual do Esporte contou com a participação do representante do Ministério do Esporte, Paulo Vieira, do Coordenador Nacional de Mobilização, Alcides dos Anjos, o Jesus, e do Coordenador Regional Norte de Mobilização, Francisco Leilson, o Chicão. O representante do Conselho Nacional dos Professores de Educação Física, professor doutor Alberto Puga, também vai participar da conferência.

“As conferências são uma marca do Governo Lula, que já realizou mais de 50 conferências no país, em 8 anos de governo, o que totalizam mais de cinco milhões de pessoas envolvidas. Na conferência do Esporte, nossa expectativa era reunir 100 mil pessoas e já reunimos mais de 150 mil, com possibilidade de chegar a 200 mil pessoas mobilizadas e envolvidas no processo até o dia do encontro nacional. Precisamos organizar o esporte e criar o plano decenal, que não é uma política de governo, mas de Estado”, disse o representante do Ministério do Esporte, Paulo Vieira.

O secretário Estadual de Esporte, Turismo e Lazer, Cassiano Marques, ressaltou o papel do Acre na Conferência Nacional, que será realizada em Brasília: “O Acre é referência para o Brasil em vários aspectos e também tem condições de contribuir com a discussão sobre como fazer inclusão através do esporte e transformar o esporte em qualidade de vida, em saúde, em lazer”.

A Conferência Estadual do Esporte tem o papel de eleger 15 pessoas delegadas para representar o Acre, durante a fase nacional da terceira Conferência do Esporte.

“Essa articulação dos municípios como o Estado e a oportunidade de discutir nossas necessidades e nossas propostas é algo inovador para nós”, disse o participante Charles Lima, de Rodrigues Alves. (Agência Acre)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation