Pular para o conteúdo

Rodada importante, pois pode definir primeiro “rebaixado”

Sem nenhuma dúvida o Campeonato Estadual Acreano Profissional desta temporada abriu duas frentes de briga. Uma para as equipes que conseguiram mais R$ 30 mil, após a classificação para o G4, e a outra é para saber quais as duas equipes que irão cair para a Segunda Divisão em 2011.
Futbol
Ocupando as duas últimas colocações, a AD Vasco da Gama e o Andirá EC se enfrentam em um jogo curioso, onde a vitória irá dar um último “fôlego” ou uma última esperança de continuar na disputa para ficar na Elite do futebol acreano. Porém quem sair derrotado poderá estar matematicamente rebaixado.

E é exatamente o confronto dos “lanternas” da competição quem abre a rodada dupla no estádio Arena da Floresta, neste domingo, a partir das 17h30. Apesar das últimas colocações, tanto o Vasco, como o Andirá conseguiram belas atuações, mas que sempre acabam culminando na derrota. Ou no caso do Morcego, que chegou a estar vencendo por 4 a 1 do Independência, permitiu o empate, que na análise da comissão foi frustrante.

Para entender melhor, o Andirá, na 9ª colocação, tem 1 ponto, enquanto o 8º, Alto Acre e Adesg, tem 7 pontos (isso antes do jogo entre Alto Acre e Náuas), por isso a derrota deixaria a 6 pontos do adversário mais perto, restante mais dois jogos, contra Atlético e Plácido. A situação do Vasco é ainda pior, pois sem pontos terá, após o Morcego, mais dois compromissos: Rio Branco e Independência. Ao contrário do Andirá, a derrota no domingo deixará o Vasco matematicamente rebaixado.

Contratado como “solução” para a falta de gols no Vasco, o atacante Ico ainda não desencantou na competição, porém o técnico Ulisses analisou que está precisando também melhorar o toque final para o setor ofensivo da equipe. Do lado do Andirá, o retorno de seu principal jogador, o meia Artemar, poderá ser o fator para tentar o primeiro resultado positivo na competição, a equipe que vem sendo chamada de “um único tempo”.

Galo pega o Leão do Quinari – Campo reduzido, treino em campo alternativo (da Embrapa), tudo isso elaborado e feito para que o elenco do Atlético Acreano conseguisse assimilar, com certa tranqüilidade, as condições que irão enfrentar no estádio de Senador Guio-mard, neste domingo, às 16h30, quando irão enfrentar a equipe local, Adesg.

A principal ausência que o técnico Gilmar Sales terá será do capitão e zagueiro Iesley, cumprindo suspensão pelo terceiro cartão amarelo. No seu lugar entra Vinícius, fazendo dupla com o recém contratado Zidane, formando a dupla de zaga. Quem ganhou vaga foi o meia Dinho. Isso tudo para que o Galo não venha a sair do G4, pois vem ameaçado pelo Plácido de Castro.

Juventus e Plácido, confronto direto pelo G4 – Nada mais certo que o principal jogo da rodada a feche. E é justamente o que acontecerá quando Juventus e Plácido de Castro se enfrentam às 19h30, no estádio Arena da Floresta, jogando pela permanência no G4. A diferença, a favor do Juventus, é de apenas um ponto entre as duas equipes.

Porém outro fator torna o jogo entre as duas equipes atrativo, o reencontro do técnico Marcelo Altino, atualmente no Plácido, mesmo ocorrido com o atacante Nilton Goiano, com a equipe que iniciaram a temporada, o Juventus. A saída, pelo menos do técnico, foi envolvida em muita reclamação e o clima de revanchismo não foi descartado, apesar de negado.

No final do jogo em que marcou duas vezes, Nilton havia afirmado que precisava disso para provar sua capacidade. O atacante se machucou vá-rias vezes na sua passagem pelo Juventus e não pode atuar contra o Atlético/MG, pela Copa do Brasil. “Quero apenas mostrar meu valor”, disse.

Arbitragem – A arbitragem será de José Lima, auxiliado por Gilsomar Lopes e Janilda Melo, no jogo entre Vasco e Andirá. No confronto entre Atlético Acreano e Adesg, o árbitro será Antônio Neuricláudio, auxiliado por Jean Carlos e Edmundo Lira. Entre Juventus e Plácido de Castro, o árbitro Carlos Santos será o responsável, auxiliado por João Jácome e Mário Jorge.