Com valores da semana passada, total de notificações da dengue ultrapassa 17 mil

A semana passada – 12ª no calendário epidemiológico (21 a 27 de março) – registrou uma parcial quase completa de 1.300 notificações para a dengue. Como deve fechar perto dos 1.400 casos avisados, o número total de advertências neste ano já ultrapassou a marca de 17,1 mil. Desta forma, estas 12 primeiras semanas de 2010 já alcançaram 88% do total de notificações da doença durante o ano passado inteiro (19.451).

Mas nem tudo é motivo de desânimo. Na verdade, a semana passada também trouxe um motivo para se empenhar ainda mais no combate à doença. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Pascal Khalil, desde o maior valor do ano contabilizado na 8ª semana (2.100 avisos), a freqüência de notificações só vem caindo. Inclusive, a 12ª já é a quarta semana consecutiva de queda. Se comparar as duas, ela traz uma freqüência com 700 notificações a menos, equivalente a 33,3% de redução.

Em outras palavras, já há uma prova concreta de que a atual epidemia de dengue começou a perder força na cidade. Porém, para que esta tendência continue acontecendo até retornar aos valores normais (30 advertências por semana), o secretário ressalta que é preciso continuar (poder público e população) com as ações intensas de enfrentamento ao vetor e, principalmente, agindo na prevenção aos focos do mosquito.

“Estas quedas são resultados dos trabalhos de combate e da nossa mobilização junto à socie-dade. Contudo, para que as notificações de dengue continuem caindo é preciso continuar destacando às pessoas para que fiquem bem atentas aos criadouros do mosquito e não deixá-los fazer novos ciclos de adultos na cidade. Portanto, essa não é a hora de relaxar, e sim de se esforçar mais ainda”, declarou Pascal Khalil.

Atualmente, a Semsa possui 165 agentes de endemias fazendo visitas nas casas e mais 60 atuando com as Unidades de Baixo Volume (fumacê).
Separando as cerca de 15.850 mil notificações por semanas epidemiológicas, são 532 avisos na 1ª (3 – 9 de janeiro); 800 na 2ª (10 -16); 744 na 3ª (17 – 23); 907 na 4ª (24 – 30); 1.754 na 5ª (31 de janeiro – 6 de fevereiro); 1.819 na 6ª (7 – 13); 1.855 na 7ª (14 – 20); 2.100 na 8ª (20 – 27); 1.910 na 9ª (28 de fevereiro – 6 de março); 1.750 na 10ª (7 – 13); 1.570 (14 – 20) na 11ª e a prévia de 1.300 na 12ª (21 a 27 de março).

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation