Pular para o conteúdo

Declarações do Imposto de Renda entregues pela internet já foram processadas, diz supervisor

Praticamente todas as declarações do Imposto de Renda deste ano enviadas pela internet foram processadas, informou hoje o supervisor do Programa do Imposto de Renda da 1ª Região, Flávio Vilella. Segundo ele, o processamento neste ano está mais rápido do que em anos anteriores e já na semana que vem a maioria dos contribuintes poderá saber se caiu na malha fina.

“Quase todo mundo que quiser saber se está em malha é só entrar segunda-feira no site, que o site vai estar tranquilo e vai descobrir”, disse.

A primeira região engloba o Distrito Federal e os estados do Tocantins, de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. Até ontem (26), era o Distrito Federal que estava na frente no total de declarações enviadas no país. Enquanto o total geral de declarações não entregues era de quase 10 milhões de declarações no país, no Distrito Federal faltavam 200 mil.

Faltando apenas pouco menos de quatro dias para o prazo final, 300 pessoas em média por dia têm procurado a central de atendimento da Receita em Brasília. Esse número é bem maior que as 70 em Salvador e as 150 em São Paulo.

Para quem ainda tem dúvidas, Flávio Villela dá um conselho: antes de procurar o atendimento pessoal, o contribuinte deverá esclarecer as dúvidas no site da Receita na internet. “Caso persista a dúvida, o próximo passo é recorrer ao plantão telefônico no número 146. Se mesmo assim o contribuinte não conseguir resolver o problema, a saída é procurar o plantão nas unidades da Receita Federal”.

“Normalmente, a pessoa liga para o 146, que é nacional e depois é direcionada para o atendimento local. No caso de Brasília disponibilizamos o telefone 3412-4888, que é o atendimento fiscal e é mais rápido. Se for um assunto muito complexo, nós sugerimos aqui o comparecimento ao Setor de Autarquias [onde está localizada a delegacia da Receita no Distrito Federal]”, disse.

Flávio Villela adverte que o contribuinte não deve deixar para a última hora, pois pode encontrar alguns problemas ao enviar a declaração. Ele garante, porém, que a rede do Serpro continua bem estruturada para receber o volume de declarações enviada até o prazo final, que é 30 de abril. “ A estrutura está sendo suficiente. Não temos tido problema de superlotação, não”, disse.

Segundo ele, do ano passado até agora não foram encontrados problemas técnicos da Receita Federal que tenha impedido a transmissão da declaração. Ele informou que a rede do Serpro está pratricamente voltada para o atendimento ao cidadão e a entrega da declaração, além das tarefas de rotina.

“A gente tem o trabalho normal. A gente tem que continuar fiscalizando, autuando, cobrando é tal e isso faz parte do programa do imposto de renda. Se isso não acontecer ninguém acredita que a gente está trabalhando de verdade”, disse. Segundo ele, nesta semana o Imposto de Renda é prioridade, “com certeza”.

Até as 13h30 de hoje, cerca de 16,1 milhões de contribuintes haviam entregue as declarações pela internet, o que representa 67,08% dos 24 milhões esperados neste ano.  (Agência Brasil)