Rodada irá definir os semifinalistas do Estadual Acreano de 2010

Os cinco primeiros colocados entram em campo com o propósito de – quem já está classificado – ficar na primeira colocação ou – para os três que ainda buscam a vaga – chegar na semifinal. Para que nenhuma equipe fosse beneficiada em entrar em campo sabendo dos demais resultados é que a Federação de Futebol do Acre mudou o dia e horário de dois jogos, acontecendo três no mesmo horário.
Futbol-0905
A disputa do Rio Branco FC e do Náuas EC é para saber quem fecha a fase classificatória na primeira colocação. Para a equipe da Capital, isso parece ser menos prioridade que para o representante do Juruá, pois pretende entrar com uma equipe totalmente mista e dos titulares nos últimos jogos, apenas três deles permanecem para enfrentar o Atlético Acreano, no domingo, a partir das 19h30, no estádio Arena da Floresta. Trata-se de Marquinhos Costa, Ismael e Antônio Marcos, enquanto os demais serão poupados ou cumprem suspensão.

Esse não é o pensamento do Náuas, muito menos do técnico Neneca que confirmou a escalação dos novos reforços: o zagueiro Fofão, os volantes Batista e Acreano, além do atacante Neto, para enfrentar a Adesg, marcado para o estádio em Mâncio Lima, a partir das 17h deste domingo. Apesar disso, o representante do Juruá terá alguns desfalques, entre eles Flávio, Marcelinho, Doni, Eder e Poló, todos suspensos.

No inverso da faixa classificatória, Atlético Acreano, Juventus e Plácido de Castro, precisam fechar a última rodada para saber quais as duas equipes que prosseguem na competição. Pelos adversários que cada um deles terá nesta rodada e pelo retrospecto, se diria que quem tem o jogo mais fácil é Plácido de Castro, tendo como adversário o “laterna”, o Andirá, no jogo do estádio em Senador Guiomard, às 19h30. No entanto o Morcego provou que mesmo perdendo sete compromissos, não é um adversário a ser menosprezado.

A situação do Plácido se torna ainda mais difícil por, além de ter a obrigação de vencer, precisar torcer contra o Juventus ou o Atlético. O Plácido de 14 pontos, saldo 0 de gols, Juventus tem 15 pontos, saldo 9, e o Atlético tem 17 pontos e saldo de 11 gols. Para o jogo, o representante da fronteira contará com os retornos de William, Caio e Rafael.

O que era para ser o jogo mais difícil acabou se tornando mais fácil. Isso porque o Estrelão pretende entrar com uma equipe mista para enfrentar o Atlético, já visando as semifinais do Acreano. Gilmar confirmou força máxima no domingo, inclusive o retorno de Zidane fazendo dupla com Iesley na zaga. O ataque permanece Leonardo – vice-artilheiro do Estadual – e Ailton. E é justamente Leonardo que quer se aproveitar da ausência de Juliano para equilibrar a disputa pela artilharia, lembrando que Leo tem nove e Juliano 11 gols.

O Juventus, esse sim deve ter a pior situação para garantir a classificação. Enfrentará uma equipe sem compromisso, o Alto Acre FC, jogando em seus domínios, em Epitaciolândia, e querendo mostrar serviço. Nos bastidores houve quem anunciasse uma suposta “mala branca” (pagar uma equipe para ganhar de outra) por parte de um diretor do Plácido ao Alto Acre, que, no entanto, foi negada.

Temendo um fim de temporada precoce, o Juventus fez uma verdadeira “operação secreta” para trazer reforços para este jogo e para a fase final da competição. O atacante Douglas e o meia Neilson foram contratados no calar da noite, mantidos em hotel até após a inscrição dos dois atletas, tudo para ocultar da diretoria do Rio Branco os reforços vindos do Atlético Ceilandese/DF.
Vasco da Gama e Independência abrem a 9ª rodada no estádio Arena da Floresta, apenas cumprem tabela. O Vasco já está rebaixado, enquanto o tricolor sem chances para o G4, chegou a fazer apenas dois treinos na semana. Nesta mesma linha, a Adesg não terá muitos de seus jogadores, que abandonaram o clube, entre eles Márcio e Eliseu, além de outros, justificando uma série de fatores.

Tabela
Arbitragem
– Náuas e Adesg, árbitro José Pinheiro, assistentes Rodomilson Lucas e Edvaldo Cruz. Vasco e Independência, árbitro Rubens da Silva, assistentes Mário Jorge e Dayane dos Santos. Rio Branco e Atlético, árbitro Antônio Neuricláudio, assistentes João Jácome e Justino Aprígio. Alto Acre e Juventus, árbitro Carlos Santos, assistentes Civaldo Nery e Adria-no Formiga. Plácido de Castro, árbitro Carlos Ronne, assistentes Janilda Melo e Isael Sampaio.

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation