Binho inaugura OCA e lança Floresta Digital em Xapuri

O tradicional e o moderno em um mesmo espaço. O passado e o presente convivendo de forma harmoniosa. Assim pode-se resumir um pouco do que é a Oca Xapuri. O local que outrora foi um dos símbolos de uma Xapuri que esbanjava riqueza graças ao ouro negro da Amazônia (a borracha), hoje é a sede o Centro Integrado de Atendimento (CIA).
Oca-xapuri
É nele que a partir de agora os moradores da “Princesinha do Acre” podem resolver todas as suas pendências documentais. O nome Oca é uma referência ao prédio em fase de construção em Rio Branco, cuja arquitetura principal lembra a moradia indígena. É dessa forma que vão se chamar todos os CIAs. Na tarde de ontem, o governador Binho Marques entregou o primeiro centro do Estado.

Xapuri também passa a ser a segunda cidade acreana a contar com o serviço do Floresta Digital. Nove pontos espalhados pela cidade a cobrem com a nuvem azul do sinal de internet. Ao custo de R$ 1,7 milhão, a Oca Xapuri contará com os serviços da prefeitura, Correios, Tribunal de Justiça, Instituto de Identificação, Banco Popular e do Tribunal Regional Eleitoral.

Também há disponível um terminal de conexão com 10 computadores. Os arquitetos da obra procuraram manter a originalidade do prédio. O piso de madeira lembra as antigas construções.

Oca-xapuri1

No alto da escada principal uma pintura gigante do artista Sansão Pereira retrata o pa-droeiro da cidade, São Sebas-tião. É no segundo piso que funciona a “lan house”. Lá está, ainda, o mino museu, que conta um pouco da história de Xapuri e da falida casa aviadora A Limitada, agora transformada em prédio público.

Durante as escavações de reestruturação do espaço, operários encontraram antigas garrafas do período de prosperidade e bonança graças à borracha. A Limitada fica na Rua do Comércio de Xapuri. De frente para o Rio Acre, ela servia como ponto de comprar da produção dos seringueiros, que, por sua vez, adquiriam os mantimentos básicos para sobreviver na floresta. “Essa obra é uma reconstrução da nossa história”, disse o prefeito de Xapuri, Ubirajara Braga.

Para o governador Binho Marques, a disponibilização de serviços unificados nos moldes a ser oferecido pelo modelo acreano marca a terceira geração dessa concepção de atendimento aos cidadãos. Ao invés de funcionários específicos para cada órgão, um único servidor estará apto a oferecer ao público os serviços de órgãos das esferas federal, estadual e municipal.

“Vocês serão ‘policompetentes’”, afirmou o governador aos funcionários da Oca Xapuri. Binho Marques disse que Xapuri foi escolhida como o embrião desse modelo de atendimento por a cidade ter sido o berço da Revolução Acreana, movimento político que culminou na anexação do Acre ao Brasil.

Com os investimentos realizados pelo governo na cidade, continua ele, Xapuri terá todas as condições para dar início à segunda revolução acreana. Um dos fatores a influenciar tal galardão, na concepção do petista, são os empreendimentos sustentáveis implementados no município, que absolverá toda a produção florestal do entorno.  

Ainda em Xapuri, Binho Marques fez questão de testar a qualidade do sinal do Floresta Digital. Na Praça São Sebas-tião, ele conversou com o jornalista Jorge Henrique por meio de um programa de conversa on-line. 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation