Com subida de Dilma, PT e Lula ‘enquadram’ PMDB

Com o crescimento da petista Dilma Rousseff nas pesquisas sobre a disputa presidencial, o PT e o presidente Lula pretendem engrossar o discurso na relação com o PMDB, o aliado preferencial pelo tempo na TV e pela estrutura país afora , que até agora só cobrou faturas. Há forte clima de desconfiança entre os dois partidos, mas agora o próprio Lula, que vem se queixando há tempos da voracidade do PMDB, fala em enquadrar o aliado. A pesquisa Datafolha, que mostra a consolidação de Dilma com o eleitorado, será usada para tentar mudar parâmetros dessa relação. Em conversas reservadas, Lula afirma que o PMDB passou do limite em cobranças para retirada de candidaturas de petistas nos estados. Até então, com Dilma em desvantagem, o presidente estava em silêncio. Agora, está disposto a convocar o PMDB e cobrar reciprocidade. Petistas próximos a Lula já verbalizam publicamente o novo tom do discurso.

– Estamos tratando o PMDB melhor do que estamos sendo tratados. Está desigual. O PMDB tem de saber o que quer. Não pode fazer exigência todo dia. Acho desequilibrada a aliança PTPMDB, em desfavor do PT. Todo mundo adora um grau de fidelidade ao projeto, não só adesão, conveniência, disse o governador Jaques Wagner (PT-BA).  (O Globo)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation