Presidentes do PT e PSDB afirmam que partidos vetarão candidatos com “ficha suja”

Os presidentes do PT, José Eduardo Dutra, e do PSDB, Sérgio Guerra, afirmaram nesta segunda-feira que seus partidos não darão legenda a candidatos que tenham “ficha suja”. Os dois, no entanto, não sabem exatamente como farão para evitar que esses candidatos participem da eleição.

Segundo eles, seus partidos deverão se basear no projeto de lei que tramita na Câmara, e que deve ter os destaques restantes votados nesta semana. Um dos pontos já aprovados prevê tornar inelegíveis os condenados por decisão colegiada da Justiça (por mais de um juiz).

“Ninguém com ficha suja vai concorrer pelo PT. Agora, isso não quer dizer que o fato de o candidato ter processo vá impedi-lo de se candidatar pela legenda. Se você buscar um candidato que não responda a processo, talvez não ache nenhum”, afirmou Dutra.

De acordo com o petista, o partido vai se apoiar no formulário do registro da candidatura que é entregue para o partido para rejeitar candidaturas.
Sérgio Guerra, por sua vez, disse acreditar que o PSDB terá poucos problemas com políticos “ficha suja”. O método de rejeição, segundo ele, também será o documento entregue ao partido.

“Nosso partido já estava pensando sobre isso. Podemos, por exemplo, fazer avaliação das nominatas. A nossa referência vai ser o projeto que passou na Câmara.” (Folha Online)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation