Programa de Prevenção e Segurança será lançado em agosto

A secretária de Segurança Pública do Acre, Márcia Regina, confirmou para o mês de agosto a implantação do Programa de Prevenção em Segurança Comunitária. O projeto é tema de conclusão de curso dos 179 alunos a terceiro sargento da Polícia Militar. São eles que irão comandar outros 600 soldados PM atualmente em formação no Centro  Integrado de Ensino e Pesquisa em Segurança Pública (Ciesp).
Marcai-Regina
O policiamento comunitário ganhou força nas décadas de 70 e 80, quando as organizações policiais em diversos países da América do Norte e da Europa Ocidental começaram a promover uma série de inovações na sua estrutura e funcionamento e na forma de lidar com o problema da criminalidade. No Acre, a experiência vem sendo desenvolvida com sucesso desde 2009.

O foco principal é a organização da prevenção do crime tendo como base a comunidade. Como fonte de pesquisa, os alunos a terceiro sargento estão mergulhando na problemática dos bairros de maior índice de violência da Capital. Através desse trabalho será possível identificar quais os pontos que devem ser trabalhados durante a execução do programa.

De acordo com Márcia Regina, o diagnóstico que está sendo feito pelos alunos a terceiro sargento estará pronto na próxima sexta-feira, 25. Através das informações coletadas diretamente da comunidade será possível traçar os últimos detalhes do programa.

“Esse é mais um passo da política de segurança que sonhamos para o Acre. Todas as instituições estão se reciclando e revendo suas práticas, no caso da Polícia Militar, por exemplo, a abordagem é algo que está sendo repensado”, disse.

Para que o programa de Prevenção e Segurança Comunitária obtenha êxito, a Secretaria de Segurança Pública também vai em busca de novos parceiros, entre eles o Conselho Tutelar e o Ministério Público. A idéia é também atuar na mediação de conflitos, evitando assim futuras ocorrências.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation