Braçal morre ao cair de cavalo e ser arrastado com corda no pescoço

A morte do trabalhador braçal Sebastião Gonçalves Nascimento, 29 anos, foi motivada por um misto de fatalidade e tragédia.

arrastadoc
A vítima caiu de um cavalo que havia sido amanssado há poucos dias, ao cair  teve a corda presa ao pescoço e o animal  arrastou a vítima por alguns metros que morreu enforcada.

A fatalidade aconteceu no início da noite desta segunda-feira, 28, na Colônia do Valdidino, localizada no km 10 do ramal Mendes Carlos II, na Rodovia AC 40 (estrada de Plácido de Castro) altura do km 88.

Como demorou a chegar em casa, familiares de Sebastião saíram a sua procura quando o encontraram morto preso a corda do cavalo.

O corpo apresentava sinais de que teria sido arrastado por alguns metros e a corda presa ao pescoço denunciava que a vítima ao cair ficou presa a corda do animal.

Peritos do Instituto Médico Legal – IML e auxiliares de necropsia resgataram o corpo e levaram ao IML para ser submetido a exame cadavérico.

arrastadoc1

arrastadoc2

arrastadoc3

arrastadoc4

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation