FPA inovará com convenções em Rio Branco e no Juruá

A FPA reuniu, ontem, 14 partidos com seus representantes no Conselho Político para tomar duas importantes decisões. Haverá convenções no dia 10 deste mês, em Rio Branco e, no dia 11, em Cruzeiro do Sul. Ficou acertado também que serão 265 candidatos a deputado estadual em três ou quatro chapas. Segundo o ex-governador Jorge Viana (PT) na próxima reunião ficarão definidas as chapas concorrentes à Aleac. Outros 20 candidatos concorrem às cadeiras acreanas à Câmara Federal, numa chapa única.
FPA
Para o ex-governador Jorge Viana (PT) as reuniões do Conselho Político têm revelado a harmonia entre os partidos que compõe o grupo político. “Diferentes partidos que estão com o mesmo propósito de formar uma grande aliança para que a política do Acre possa conti-nuar melhorando e mudando”, revelou. Jorge também explicou a importância das convenções. “Estamos querendo que a Frente seja realmente popular. Por isso faremos duas festas, uma em Rio Branco e a outra em Cruzeiro do Sul. A gente vai apresentar para a sociedade nossos candidatos majoritários e proporcionais”, salientou.

O PTB segue na FPA
Quanto às polêmicas que envolveram a participação do PTB na FPA, Jorge, garantiu que isso é um episódio superado. “A situação do PTB está bem resolvida. Inclusive, o partido participou da nossa reunião. É normal que haja um desencontro ou outro. A presença do PTB é muito importante para o conjunto e eles estão muito bem acolhidos. Na FPA o que vale não é o interesse particular, mas o coletivo. Essa é a nossa diferença para alguns partidos de oposição. A gente vê as brigas porque eles não confiam uns nos outros e nem há um processo de lealdade e compromisso coletivo. Nós trabalhamos com con-fiança e lealdade e isso nos trouxe até aqui”, afirmou.

O ex-governador também fez críticas a ex-aliados que abandonaram o barco da FPA nos últimos anos. “Nós deixamos algumas pessoas que ajudamos muito no meio do caminho porque tinham projetos pessoais. Aqui só vale o projeto coletivo. O nosso propósito é fazer com que o trabalho do governador Binho (PT) está fazendo tenha seqüência e possa ser feito ainda melhor a partir do próximo ano. Para isso é preciso fazer a política certa com honestidade e ética e o propósito de trabalhar pela população que mais necessita. Enquanto a vida dessa população não melhorar temos que continuar lutando. É isso que me anima a voltar à política ajudando a formar esse trabalho coletivo que tem sido um exemplo para o Brasil”, ressaltou.

Jorge Viana também comemorou o fato das convenções da FPA ter um convidado especial. “Provavelmente teremos a presença do Gilberto Carvalho que é o secretário particular do presidente Lula (PT). Uma figura que não participa de eventos como esses, mas vem aqui para ver o projeto do Acre que já está no terceiro mandato e, se nós tivemos a felicidade de ter um quarto, vai melhorar ainda mais o Acre e a vida da sua população”, finalizou.

A importância das eleições proporcionais
O articulador político da FPA, Francisco Nepomuceno, o Carioca, falou sobre as estratégias eleitorais do grupo. “Depois que a gente apresentou para a sociedade a nossa chapa majoritária a tarefa do Conselho Político da FPA é ver qual a definição estratégica das nossas chapas proporcionais. A convenção dos partidos será uma grande festa que vai alavancar cada vez mais aliança e consolidar a nossa unidade interna. Também definirá, no ponto de vista proporcional, uma estratégia de vitória eleitoral”, revelou.

Para o Carioca a garantia das cadeiras parlamentares é muito importante para o projeto político da FPA. “Nós temos uma compreensão que a chapa majoritária influencia as chapas proporcionais. Se você acerta nas alianças a deputado estadual isso é uma ativo importante porque teremos um conjunto de pes-soas que vão entrar na briga eleitoral. O quantitativo é um verdadeiro exército se definirmos de maneira correta as alianças e  poderemos ter a maioria folgada na Aleac. A mesma coisa ocorre em relação ao Congresso Nacional. Se a gente errar nós podemos perder uma cadeira que para nós é muito importante”, avaliou.  

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation